A importância de tirar um tempo para refletir na nossa vida

A importância de tirar um tempo para refletir na nossa vida

Hoje estou no meu quarto dia de férias, em toda a minha vida profissional (16 anos), sempre trabalhei durante as férias, seja ajudando na empresa do meu pai ou prestando algum tipo de serviço em consultorias.

Então, eu acreditava ser imparável e que nunca precisaria de férias para descansar o corpo e cabeça, mas a idade vem chegando e com ela alguns sintomas que até então eu não sofria.

Antes de sair de férias reparei que estava muito estressado com tudo e com todos, sempre fui uma pessoa explosiva mas nas últimas semanas estive no limite do que acreditava ser normal, conversando com a minha coaching fui recomendado a tirar um tempo para pensar e refletir.

Fazia muito tempo que eu não acordava sem precisar olhar o celular para ver se tinha alguma ligação perdida ou se no o grupo do whats da empresa não tinha alguma mensagem importante, para quem não trabalha em IT pode parecer exagero mas se não bastasse trabalhar até mais tarde durante a semana, as vezes temos que trabalhar durante o fim de semana, isso não é um problema eu escolhi esta profissão, mas as vezes essa escolha trás alguns sentimentos de revolta que são as gotas que vão enchendo o copo.

Tenho aproveitado este tempo para limpar a minha mente, estudar sobre os assuntos que gosto e voltar a cuidar da minha saúde mental, através da leitura, como vocês já devem saber eu adoro ler biografias e livros considerados de auto-ajuda.

Durante uma pesquisa que estava fazendo hoje me deparei com a biografia do Andrew Carnegie, que foi o homem mais rico do mundo no seu tempo ultrapassando a fortuna do seu arque rival Rockfeller, lendo a biografia e pesquisando um pouco mais sobre o assunto não pude deixar de ficar impressionado com a historia de um officeboy que ganhava 1 dólar e se tornou o rei do aço.

Por outro lado, uma coisa me chamou a atenção durante a grande disputa entre Carnegie e Rockfeller para quem tinha a conta maior, centenas de milhares de pessoas sofreram os impactos em suas vidas sem ter qualquer tipo de vinculo com a disputa. Ambos não mediam esforços para ganhar a disputa, tenho Carnegie contratado um amigo que era considerado extremamente violento e controlador para gestionar a sua empresa. Este senhor cometeu uma série de ações que causaram a morte de mais de 2 mil pessoas e como “remedio” para deixar uma imagem para as próximas gerações o Carnegie realizou diversa ações milionárias para a filantropia.

Do que adianta deixar tudo isso para a próxima geração se durante a vida não ajudou as pessoas próximas que o ajudaram a conquistar tudo?

As pessoas estão tão cegas com os problemas diários que acabam descarregando toda a carga de stress nos seus parceiros de trabalho, no chefe e nos familiares.

Uma coisa que o ocidente precisa aprender com o Oriente é a meditar e não estou me referindo ao lado religioso, mas sim de meditar e refletir sobre as suas ações, temos que ser melhores amanhã do que fomos hoje e se amanhã não estivermos mais aqui então deixaremos o nosso melhor.

Eu não lembro onde li, um grande investidor de Wall Street era considerado por todos os parceiros como um sujeito exemplar, quando falava tinha o poder de parar uma multidão e ao mesmo tempo conseguia se comunicar com todos os níveis da sociedade, quando foi questionado sobre o segredo para atingir este nível ele comentou que fazia alguns anos que ele havia aderido a regra de reflexão semanal, onde todos os sabádos após o jantar ele sentava em seu escritório com sua agenda e analisava todos os encontros e reuniões que teve durante a semana com o objetivo de identificar pontos que precisavam ser melhorados em sua personalidade e pontos que estavam dando certo.

 

Deixe uma resposta