Saia hoje da sua zona de conforto.

Saia hoje da sua zona de conforto

Nos dias de hoje qualquer colaborador é um número para a sua empresa, não importa se você é o estagiário ou diretor, com certeza se a empresa passar por problemas financeiros os líderes não vão pensar duas vezes antes de desligar você.

Já foi o tempo em que tínhamos algum tipo de sentimento de segurança, estabilidade profissional. Tenho aqui comigo uma edição da revista VocêSA que recomendava fazer alguns treinamentos/cursos/MBA para garantir a tão sonhada estabilidade.

Este tempo já não existe, hoje a grande maioria tem MBA ou Pós Graduação, devido a crise que vivemos e não estou me referindo a crise financeira do Brasil mas a crise financeira mundial onde diversos estrangeiros também estão à procura de empregos no Brasil, isto dificulta ainda mais para o cidadão que não tem faculdade ou MBA.

Sinceramente, estes dois títulos vão te ajudar somente a chegar na fase da entrevista, porém hoje o negócio é um pouco diferente, existem diversas empresas que se dizem recrutadora seja no Facebook/Linkedin, porém nunca ninguém tem retorno sobre as vagas e o pior a empresa cobra por este serviço.

Recentemente eu publiquei uma vaga no Linkedin, poucas pessoas me encaminharam o currículo, ou seja, tenho uma vaga bacana com salário acima do mercado e poucos candidatos, isso significa que temos um mercado a ser explorado para aqueles que estão procurando emprego que ainda faltam especialistas.

Durante as entrevistas um candidato estava desempregado há mais de 1 ano e meio e outro estava há 8 meses, ambos possuem um currículo interessante porém não tinham o conhecimento técnico necessário, atuavam como gestores e devido a crise decidiram voltar para o técnico com salário inferior para conseguir pagar as suas contas.

Isso mexeu um pouco comigo, me coloquei no lugar dos candidatos e decidi iniciar um projeto de reflexão sobre a minha vida nos próximos anos.

Em 2008 eu fui em uma apresentação do Ricardo Vargas e naquele tempo ele havia falado sobre isso,  todos deveriam se sentir desmotivados com o seu trabalho e buscar novas oportunidades, ou seja, sair da zona de conforto, não ficar esperando receber o dissídio ou algum tipo de bonificação.

O tempo vai passando e enquanto isso, novos candidatos são formados e eles entram no mercado de trabalho querendo a sua vaga, portanto tome uma decisão ou vire um especialista no assunto ou recomendo que você inicie o quanto antes o seu projeto pessoal, seja uma loja, algo do gênero e não espere a ocasião bater a porta para começar a se mexer.

 

Qualquer decisão é melhor que nenhuma decisão.

tomar-decisoes

Qualquer decisão é melhor que nenhuma decisão.

Estamos vivendo em um mundo cada vez mais concorrido, onde as empresas lançam promoções diárias para tentar aumentar a base de seus clientes. A economia também não está ajudando e com todo este cenário, vejo que os executivos das empresas não estão preparados para resolver os reais problemas.
Acredito que o principal problema que vivemos hoje é a falta de decisão. Todos sabemos o que precisa ser feito e quais são os prós e contra, porém a procrastinação é maior e acabamos não tomando as devidas decisões nos momentos corretos. As vezes penso que alguns executivos esperam alguém tomar a decisão por eles, em caso de sucesso o executivo leva o mérito caso contrário ele informa que não foi envolvido no processo.
Apesar dos meus 31 anos, já vivi muitos momentos em que a falta de decisão fez com que tivéssemos um impacto maior do que se tivéssemos escolhido o caminho A ou o Caminho B.
Por exemplo, quando eu trabalhava em uma empresa que estava reestruturando o time de IT. Todos sabiam que ocorreriam mudanças significativas e demissões, porém não tínhamos a data. Como a empresa demorou mais de um mês para fazer este processo, todos sabiam que estava rolando o processo e então começaram a surgir problemas que não existiriam se a decisão tivesse sido tomada.
Problemas como:
Divergência entre as áreas. Com a possibilidade de demissão crescendo, vários times começaram a conflitar com outros times no objetivo de demonstrar um trabalho que justificasse a área. Até então poderia ser positivo, porém ficou claro que um dos times estava utilizando o material do outro para mostrar resultado.
Falta de foco. Se já não fosse um problema a divergência entre as áreas, diversas pessoas com medo de ser demitidas começaram a atrasar sua entrega, sempre utilizando como justificativa a frase. “Não faz sentido eu ficar me matando de trabalhar se a já estou na lista de demissão.”
A verdade é que quando concluiu o processo as pessoas que foram desligadas foram aquelas que tinham baixa performance.
Falta de Plano. Como um gestor poderia trabalhar com um cenário deste? Como motivar os recursos se a Diretoria não disponibilizou nenhuma informação concreta.
Quem mais perde com tudo isso é a empresa. Uma empresa que esta passando por este processo na minha visão precisa estar focada em resolver os seus problemas rapidamente para voltar a crescer e gerar lucro para os seus investidores. No cenário acima, o desgaste acaba criando barreiras que no futuro impediram a empresa de crescer.
Como resolver este problema?
Claro que com comunicação você resolve qualquer problema, porém como seria se a empresa informasse que a cada 10 pessoas que você trabalha 4 serão demitidas. Você concorda que seria um caos?
Por este motivo eu acredito que a melhor forma de resolver este problema é divulgar o plano o mais rápido possível. Desligando as pessoas que precisam ser desligadas e trazendo o foco para as pessoas que vão continuar na empresa.
O que não pode ocorrer na minha visão neste momento é procrastinação de decisão.

06 Dicas de como melhorar o seu currículo

 

new-job

06 Dicas de como melhorar o seu currículo

1. Momento atual – 06 Dicas de como melhorar o seu currículo
A leitura sempre parte do presente. Por isso, o seu cargo atual – ou o mais recente, se você estiver sem emprego deve estar em destaque, embora as experiências passadas sejam importantes, os últimos cinco anos da trajetória profissional são os mais visíveis. Os dois ou três empregos mais recentes são os que o recrutador olha primeiro.

2. Apresentação 06 Dicas de como melhorar o seu currículo
Seu currículo é limpo, conciso e bem organizado no espaço da página? A qualidade formal do documento é uma das primeiras mensagens captadas pelo avaliador. Nessa pré-análise, textos mal escritos, erros de português e formatação confusa dificilmente passam impunes, falhas, de forma geral, chamam muito a atenção.

3 . Nomes “fortes” 06 Dicas de como melhorar o seu currículo
Se a sua formação acadêmica inclui universidades de ponta, vale a pena apresentar essa informação da forma mais explícita possível, Instituições fortes sempre saltam aos olhos.

O mesmo vale para empresas famosas no mercado. Se há nomes desconhecidos entre os seus empregadores, a dica é compensar o fato com uma descrição do seu ramo de atuação e outros dados, como faturamento anual e número de funcionários. Isso ajuda a situar o recrutador e impedir que ele tire conclusões equivocadas sobre a empresa.

4. Mudanças de trajetória 06 Dicas de como melhorar o seu currículo
É comum que um currículo seja observado de forma panorâmica, para que sejam captados padrões na trajetória do candidato. Em um primeiro olhar, você já consegue perceber se é um profissional ‘pula-pula’, que não fica mais de alguns meses num emprego. De forma geral, lacunas temporais, mudanças, promoções e outros episódios da sua trajetória serão observados imediatamente e é bom estar pronto para explicá-los de forma consistente numa eventual entrevista.

5. Proximidade geográfica 06 Dicas de como melhorar o seu currículo
Pode parecer irrelevante, mas o seu endereço residencial tem chance de ser um dos primeiros dados checados no seu CV. É uma forma de avaliar a viabilidade da contratação, em muitos casos. O critério geográfico não serve só para eliminar candidatos que moram em cidades distantes da sede da empresa. Sobretudo em grandes metrópoles, o recrutador pode preferir um profissional que não demore muitas horas para chegar ao trabalho.

6. Palavras-chave 06 Dicas de como melhorar o seu currículo
Em sua leitura dinâmica, os olhos do recrutador podem procurar no seu currículo alguns termos específicos da vaga que ele precisa preencher.

Vai se candidatar a uma oportunidade na área de tecnologia? É melhor que termos ligados à sua área, como HTML, CSS ou WordPress, por exemplo, sejam mencionados. Algumas palavras-chave precisam estar lá, para facilitar uma identificação rápida.

10 dicas de como realizar uma reunião efetiva

10 dicas de como realizar uma reunião efetiva


10 dicas de como realizar uma reunião efetiva
Antes de iniciar a reunião

10 dicas de como realizar uma reunião efetiva

  1. Escolha um coordenador da reunião -10 dicas de como realizar uma reunião efetiva

Essa pessoa vai ser a escolhida pra coordenar a reunião, escolher os membros que vão participar e colocar os pontos na pauta. Esse coordenador não precisa ser o chefe, nem precisa ser o estagiário. Deve ser alguém com autoridade o suficiente para ser respeitado pelos outros membros.

Recomendo que você também leia:

  1. Faça uma Pauta – 10 dicas de como realizar uma reunião efetiva 

Essa é uma das dicas mais simples que eu poderia passar. E na verdade, dentre todas as dicas, se você só usar essa, suas reuniões vão ser muito mais produtivas e efetivas. Uma pauta é uma lista dos pontos a serem discutidos na reunião. Nada muito complicado, apenas a lista de tudo que precisa ser analisado. Eu digo, nunca mais, depois de hoje, vá para uma reunião que não tem pauta. Se alguém lhe chamar para uma, pergunte logo “ Qual a pauta?”.

Para fazer uma analogia da importância de uma pauta antes de começar uma reunião, imagine que você está lavando pratos. Você chega na pia, mas não tem nenhum prato sujo. Só que minutos depois, chega uma pilha imensa de pratos. Você respira, imagina como vai acabar com todos os pratos e depois de um tempo de reflexão, você ataca os pratos. Com toda sua energia e foco, você ataca eles e vai limpando, um a um, até terminar. Você termina exausto, mas feliz. Você acabou com eles.

Então, de repente (não mais que de repente :D), você ganha mais uma pilha de pratos. Você já está exausto, mas tem que terminar o trabalho. Você faz tudo sem energia, foco, ou vontade. Você sabe que, se tivesse vindo uma pilha só de pratos, você teria dado conta de tudo ; mas os pratos extras acabaram com você.

Ou seja, com uma pauta pronta, você já sabe o que esperar. Você já se prepara para acabar com a reunião e tem gás pra isso. Pelo mesmo motivo, você não deve adicionar pontos a pauta. A pauta deve ser fechada, pelo menos 12 horas antes da reunião.

  1. Hora de término 10 dicas de como realizar uma reunião efetiva 

Quem já participou de uma reunião que ‘não tem hora pra acabar’ levanta a mão. Isso é muito comum, mas é desastroso. Se ela não tem hora pra acabar, ela não vai acabar. Como fala a Lei de Pareto, uma atividade tende a se espalhar e completar o tempo estabelecido pra ela. Sempre tenha uma hora de término.

  1. Mande a pauta para todos os participantes – 10 dicas de como realizar uma reunião efetiva

O ideal é que a pauta seja fechada 12 ou 24 horas antes da reunião acontecer. Isso é necessário para que todos que vão participar da reunião a leiam e por isso venham com mais argumentos e informações para reunião.

  1. Escolha (e limite) a participação dos membros – 10 dicas de como realizar uma reunião efetiva

Nada mais irritante do que uma pessoa que não tem motivo para estar na reunião, ou não é da área, dando pitaco e opinião num assunto que não interessa. O Coordenador da reunião deve ser responsável por convocar as pessoas e, o mais importante, barrar aquelas que não interessam para o bem maior.

Durante a Reunião

10-dicas-de-como-realizar-uma-reuniao-efetiva-2

  1. Limite o tempo das pessoas falando – 10 dicas de como realizar uma reunião efetiva

O tempo deve ser limitado tanto para as pessoas que vão falar, para não ficar ninguém falando por muito tempo,e os outros não poderem falar. O ideal é que as pessoas já saibam quanto tempo elas podem e devem falar.

  1. Limite o tempo de cada ponto de pauta – 10 dicas de como realizar uma reunião efetiva

Junto com a dica Nº 3, essa é bastante importante. O coordenador deve avisar as pessoas quanto tempo elas tem para discutir tal ponto. Isso garante que o tempo não vai ser desperdiçado com gracinhas e discussões sem fundamento.

  1. Deixe todos falarem – 10 dicas de como realizar uma reunião efetiva

Em algumas reuniões que já participei, existiam pessoas que monopolizavam a conversa, não davam liberdade para outros falarem. Uma forma de se resolver isso é construindo uma lista na ordem das pessoas que querem falar. Pode ser um quadro branco mesmo, basta pedir para quem quer falar levantar a mão, anotar o nome e seguir rigorosamente a lista. Nada de ‘só quero adicionar um parênteses’ ou ‘rapidinho’. A lista deve ser seguida de forma sagrada.

  1. Escreva uma ata da reunião – 10 dicas de como realizar uma reunião efetiva

Quantas vezes você já participou de seguidas reuniões, e não lembra o que aconteceu na reunião anterior? Isso acontece bastante. E pior, você não sabe onde achar o que aconteceu na ultima reunião. Para acabar com esse problema, o coordenador deve escrever uma ata da reunião. Ou seja, para cada ponto que foi escolhido na pauta, ele deve acrescentar o que foi discutido.

Exemplo de uma reunião de definição de um novo parceiro.

Pauta da Reuniã – Escolha do novo parceiro 
– Discutimos sobre quais são os critérios de busca do parceiro.
– Eduardo questionou sobre o tipo de atuação do parceiro, se poderia trabalhar com um concorrente da empresa.
– Paulo comentou que não via problema devido ao contrato do confidencialidade.
– Joana questionou sobre o valor do contrato.

Deu pra entender como funciona? A vantagem dessa forma de pauta, é que você pode voltar no tempo e gerar uma gestão do conhecimento da empresa. E também garante que quem não participou da reunião tenha ciência do que aconteceu.

O pós-reunião

  1. Crie atividades posteriores – 10 dicas de como realizar uma reunião efetiva

Depois de uma longa e exaustiva reunião, muita coisa foi estabelecida e decidida. Então, no final, o coordenador da reunião deve rever com todos os presentes quais foram os pontos de decisões que aconteceram nessa reunião. E tem que deixar todos cientes das datas de entrega e das suas atribuições.

As 10 dicas podem parecer muita coisa, mas se você começar a implantar uma dessas dicas por vez, suas reuniões vão ser muito mais úteis para o desenvolvimento do seu negócio e empresa.

Fonte:http://estrategistas.com/como-realizar-reunioes-melhores/

 

Como ser consistente em cinco passos

consistencia1

A frase que eu elegi para o ano de 2016 é ser consistente.

Consistência segundo o dicionário é o “Estado de uma coisa que promete durar ou não ter mudança”.

Uma vez eu li um livro sobre a teoria do Caos, o autor acreditava que tudo a unica regra do universo era o Caos, observe ao seu redor, se você não interagir com o seu ambiente ele em breve estará um caos. Por isso gosto da palavra consistente.

As vezes temos muitas iniciativas e pouca finalização, como parar de fumar, começar o regime, treinar na academia ou estudar um novo idioma. Na grande parte das vezes iniciamos com 100% de força e depois vamos reduzindo até que paramos de vez.

Nos comprometemos a iniciar o regime na Segunda e quando chega na Quarta já desistimos devido a uma desculpa qualquer.

Success doesn’t come from what you do occasionally, it comes from what you do consistently.

Acredito que a palavra chave para o sucesso seja a consistência, você com certeza não vencerá todas mas com certeza se vencer a maior parte do tempo já terá um resultado positivo.

Se você deseja aprender um novo idioma, se programa a estudar 2 horas por dia. Na primeira semana você consegue estudar as duas horas, porém na segunda semana você não consegue estudar um dia e ai perde todo o cronograma de estudo gerando uma insatisfação pessoal. Se você escolher estudar de forma consistente, com certeza você conseguira se programar a estudar no mínimo 05 minutos por dia e no máximo 2hs por dia. Desta forma, você conseguirá montar um plano consistente.

Abaixo cinco dias para se tornar consistente.

1- Mantenha os seus olhos abertos sobre o seu por quê. – Como ser consistente em cinco passos.
Você precisa permanecer realmente focado, com o que você está fazendo a longo prazo. Lembre-se você está construindo uma muro, a cada dia que você realiza a ação é um tijolo nesta parede.

2- Escolha a sua batalha. – Como ser consistente em cinco passos.
Sim, eu escrevi escolha a sua batalha e não batalhas, isto porque você deve buscar ter um foco em apenas um objetivo.
Tenha em mente apenas um objetivo, aquele que você realmente quer fazer um hábito e quando você ganhar esta batalha você adiciona um novo objetivo.

3- Se Organize.- Como ser consistente em cinco passos.
O falecido Steven Covey disse uma vez, que o segredo do sucesso é a consistência.
Quando tentamos nos organizar, geralmente queremos tudo de uma só vez. Para ser consistente você precisa realmente estar envolvido e dedicado, para isso comece apenas com um objetivo.

4- Ignore seus sentimentos. – Como ser consistente em cinco passos.
Posso garantir que você vai ouvir uma voz interna dizendo, “Não, vamos deixar isso para amanhã, Hoje você merece um descanso”.
Você precisa treinar sua mente para substituir esta voz, algumas pessoas recomendam ter uma musica motivacional, quando se sentir desmotivado ou triste aperte o play e mão as obras.

5- Pegue este vagão. – Como ser consistente em cinco passos.
Você não deve desistir se você perder um dia de atividade devido a um contratempo.
Comprometa-se com este objetivo, se falhar um dia busque maximizar os resultados nos próximos dias.

Como criar um plano de estudo para estudar Inglês sozinho

Como criar um plano de estudo para estudar Inglês sozinho

A dica de hoje é para você que sente a necessidade de um Roteiro para você estudar Inglês sozinho.

Tenho alguns amigos que estudam em escolas online como o Englishtown porém se sentem perdidos com relação ao modo que devem estudar.

Confira abaixo o Como criar um plano de estudo para estudar Inglês sozinho.

plano de estudo ingles

Busque formas de incluir o Inglês no seu dia a dia. A primeira semana será a mais fácil, pois você estará motivado. Por isso recomendo que você grave o áudio diariamente, desta forma quando não sentir vontade de estudar você coloca um áudio seu e com certeza a motivação virá.

Tente nem que for por 5 minutos a ter contato com o Inglês, pense que é um plano a longo prazo e que temos que ser consistentes.

Como criar um plano de estudo para estudar Inglês sozinho

Como montar uma matriz RACI ou RACIB

Como montar uma matriz RACI ou RACIB

Recentemente tive que criar uma matriz de RACI, para formalizar os papéis e responsabilidades de alguns membros da equipe, como a elaboração de relatórios diários, semanais e mensais. Pesquisei um pouco sobre a Matriz e vi que hoje ela é utilizada pelos principais frameworks de TI como a ITIL e o PMBOK.

RACI é o acrônimo em inglês para: Responsible, Accountable, Consulted e Informed.

Responsible (Executor): Esta é a pessoa ou função responsável por executar a tarefa, isto é, a própria pessoa fazer o trabalho para completar a tarefa.

Accountable (Responsável): É a pessoa que é, em última instância, é a responsável pela tarefa que está sendo executada. É o responsável pela entrega do trabalho, mesmo que outras pessoas estejam executando.

Consulted (Consultado): São as pessoas consultadas cuja entrada é usada para completar a tarefa, assim, a comunicação com este grupo será de 2 vias.

Informed (Informado): São as pessoas que serão informadas sobre o status da tarefa. A comunicação é de mão única (ida).

Para criar uma matriz você precisa apenas seguir um regra “cada atividade deve ter um e somente um responsável”.

raci1

Quando comecei a criar a matriz me deparei com o seguinte problema:

– Se o Analista X faltar no dia da entrega da atividade 1, quem ira realizar atividade? Ou seja, o RACI era bonito no papel porem na prática já possuía alguns gaps.

Por mais que em alguns sites tenha encontrado artigos mencionando que poderia utilizar a sigla R2, R3, não ficava claro qual recurso o responsável pela atividade deveria cobrar as entregas.

Após alguns minutos tive a ideia de criar um novo “papel” Backup.

O backup nada mais é do que designar uma pessoa para ficar responsável por determinada atividade quando o executor da atividade não puder executá la.

Modelo abaixo.

racib

Diante do cenário acima, consegui entregar a matriz de papéis e responsabilidade para cada atividade e designar um possível backup, deste modo todas as atividades possuem duas ou mais pessoas para executar a atividade na falta do executor oficial.

Como melhorar sua leitura dinâmica

atelier-mailbird

 

Em um mundo onde a informação é o diferencial, estar atualizado é uma constante. Uma vez eu li uma pesquisa que dizia que a cada 10 minutos o mundo gerava mais informação do que uma década do início do século passado.

Porém com a correria do dia a dia, fica cada vez mais difícil conseguir ler todo este conteúdo disponível. Por este motivo sempre busco formas de aprimorar os meus métodos de estudo e a leitura dinâmica não poderia ficar fora do meu plano de estudo.

Hoje a informação é tudo conforme menciona Peter Drucker “O conhecimento e a informação são os recursos estratégicos para o desenvolvimento de qualquer país. Os portadores desses recursos são as pessoas”.

Confira abaixo, 06 dicas para melhorar sua leitura dinâmica no computador e em smartphone: Como melhorar sua leitura dinâmica

  1. Tenha um foco bem estabelecido daquilo que você procura ao acessar um Site/ebook.
  2.  Inicialmente faça uma visualização superficial do assunto das páginas a serem lidas.
  3.  Procure ajustar a sua velocidade ao tipo de texto abordado.
  4. Ajuste o zoom de forma que o tamanho da fonte fique mais facilmente visualizado.
  5. Posicione o monitor de maneira confortável.
  6. Certifique-se que a iluminação esta de acordo.Pesquisando na Internet encontrei alguns aplicativos que ajudam a melhorar a velocidade no computador.

Como melhorar sua leitura dinâmica

Fui promovido e agora?

failure-on-the-path-to-success-1940x1199

Acredito que todos já passaram por uma situação, onde algum membro da equipe é recém-promovido e ele não se sente seguro para executar a nova atividade. Mas isso não é todo o problema, parte da sua equipe também teme que ele não seja capaz de assumir a nova posição.

Fazendo um autoanálise na minha carreira identifiquei alguns pontos fortes e outros fracos. Hoje me vejo assumindo algumas atividades que acredito ser capaz de fazer devido a experiências anteriores. Mas nem sempre aquela lição aprendida serve para o exercício seguinte e para não prejudicar o andamento da equipe, decidi procurar alguma explicação esse fato e encontrei na internet um post do Efetividade que me apresenta uma justificativa plausível!

O autor do post Augusto Campos, cita uma frase de autoria de Peter Drucker (Pai da Administração Moderna)

Em uma hierarquia, todo empregado tende a ser promovido até atingir seu nível de incompetência“.

Para Peter esse efeito é denominado de “Incompetência Súbita” onde o pior cenário é “a promoção mal sucedida”.

Peter Drucker
O objetivo deste post não é menosprezar as pessoas que foram promovidas devido ao seu bom desempenho e cumprimento de suas atividades/metas. Mas sim entender o porque de alguns profissionais que são promovidos e param de ser considerados Ótimos Profissionais.

Com base na teoria de Peter o problema é que esses profissionais continuam tentando, em seu novo papel, fazer o que as tornou bem-sucedidas no papel anterior a ponto de levá-las à promoção e muito frequentemente isso não basta, ou não é apropriado, ao novo papel.

Segundo Peter “Preservar o que levou ao sucesso no passado sempre acabará resultando em fracasso no futuro.”

A solução proposta é começar a nova função do zero e buscar soluções que atendam ao novo papel.

O Augusto do Efetividade cita em seu post uma metáfora bem interessante:

Podemos, portanto, sintetizar em uma frase a recomendação ao profissional que acaba de ser promovido: Nunca esqueça que o que levou você ao novo posto não é o que o fará ser efetivo nele. Ou, metaforicamente: o que você estudou para o vestibular da nova vaga é pré-requisito para tudo, mas raramente voltará a cair nas provas depois que você já tiver sido aprovado para ela.

Prepare-se para viradas repentinas e disponha-se a abandonar tudo o que contribuiu para que você seja o que é hoje. Melhor ainda, seja um pensador prospectivo, promova suas próprias mudanças e construa seu próprio futuro. (Peter Drucker).

” Sentir-se inseguro é mais seguro do que aqueles que temem em não ter mais nada a aprender”

” A vida é um processo de renovação, apegar-se as próprias experiências passadas é uma referência e não um aprendizado, todo cuidado é pouco para não torna-se ultrapassado”
Cintia Sayuri