A importância de tirar um tempo para refletir na nossa vida

A importância de tirar um tempo para refletir na nossa vida

Hoje estou no meu quarto dia de férias, em toda a minha vida profissional (16 anos), sempre trabalhei durante as férias, seja ajudando na empresa do meu pai ou prestando algum tipo de serviço em consultorias.

Então, eu acreditava ser imparável e que nunca precisaria de férias para descansar o corpo e cabeça, mas a idade vem chegando e com ela alguns sintomas que até então eu não sofria.

Antes de sair de férias reparei que estava muito estressado com tudo e com todos, sempre fui uma pessoa explosiva mas nas últimas semanas estive no limite do que acreditava ser normal, conversando com a minha coaching fui recomendado a tirar um tempo para pensar e refletir.

Fazia muito tempo que eu não acordava sem precisar olhar o celular para ver se tinha alguma ligação perdida ou se no o grupo do whats da empresa não tinha alguma mensagem importante, para quem não trabalha em IT pode parecer exagero mas se não bastasse trabalhar até mais tarde durante a semana, as vezes temos que trabalhar durante o fim de semana, isso não é um problema eu escolhi esta profissão, mas as vezes essa escolha trás alguns sentimentos de revolta que são as gotas que vão enchendo o copo.

Tenho aproveitado este tempo para limpar a minha mente, estudar sobre os assuntos que gosto e voltar a cuidar da minha saúde mental, através da leitura, como vocês já devem saber eu adoro ler biografias e livros considerados de auto-ajuda.

Durante uma pesquisa que estava fazendo hoje me deparei com a biografia do Andrew Carnegie, que foi o homem mais rico do mundo no seu tempo ultrapassando a fortuna do seu arque rival Rockfeller, lendo a biografia e pesquisando um pouco mais sobre o assunto não pude deixar de ficar impressionado com a historia de um officeboy que ganhava 1 dólar e se tornou o rei do aço.

Por outro lado, uma coisa me chamou a atenção durante a grande disputa entre Carnegie e Rockfeller para quem tinha a conta maior, centenas de milhares de pessoas sofreram os impactos em suas vidas sem ter qualquer tipo de vinculo com a disputa. Ambos não mediam esforços para ganhar a disputa, tenho Carnegie contratado um amigo que era considerado extremamente violento e controlador para gestionar a sua empresa. Este senhor cometeu uma série de ações que causaram a morte de mais de 2 mil pessoas e como “remedio” para deixar uma imagem para as próximas gerações o Carnegie realizou diversa ações milionárias para a filantropia.

Do que adianta deixar tudo isso para a próxima geração se durante a vida não ajudou as pessoas próximas que o ajudaram a conquistar tudo?

As pessoas estão tão cegas com os problemas diários que acabam descarregando toda a carga de stress nos seus parceiros de trabalho, no chefe e nos familiares.

Uma coisa que o ocidente precisa aprender com o Oriente é a meditar e não estou me referindo ao lado religioso, mas sim de meditar e refletir sobre as suas ações, temos que ser melhores amanhã do que fomos hoje e se amanhã não estivermos mais aqui então deixaremos o nosso melhor.

Eu não lembro onde li, um grande investidor de Wall Street era considerado por todos os parceiros como um sujeito exemplar, quando falava tinha o poder de parar uma multidão e ao mesmo tempo conseguia se comunicar com todos os níveis da sociedade, quando foi questionado sobre o segredo para atingir este nível ele comentou que fazia alguns anos que ele havia aderido a regra de reflexão semanal, onde todos os sabádos após o jantar ele sentava em seu escritório com sua agenda e analisava todos os encontros e reuniões que teve durante a semana com o objetivo de identificar pontos que precisavam ser melhorados em sua personalidade e pontos que estavam dando certo.

 

Saia hoje da sua zona de conforto.

Saia hoje da sua zona de conforto

Nos dias de hoje qualquer colaborador é um número para a sua empresa, não importa se você é o estagiário ou diretor, com certeza se a empresa passar por problemas financeiros os líderes não vão pensar duas vezes antes de desligar você.

Já foi o tempo em que tínhamos algum tipo de sentimento de segurança, estabilidade profissional. Tenho aqui comigo uma edição da revista VocêSA que recomendava fazer alguns treinamentos/cursos/MBA para garantir a tão sonhada estabilidade.

Este tempo já não existe, hoje a grande maioria tem MBA ou Pós Graduação, devido a crise que vivemos e não estou me referindo a crise financeira do Brasil mas a crise financeira mundial onde diversos estrangeiros também estão à procura de empregos no Brasil, isto dificulta ainda mais para o cidadão que não tem faculdade ou MBA.

Sinceramente, estes dois títulos vão te ajudar somente a chegar na fase da entrevista, porém hoje o negócio é um pouco diferente, existem diversas empresas que se dizem recrutadora seja no Facebook/Linkedin, porém nunca ninguém tem retorno sobre as vagas e o pior a empresa cobra por este serviço.

Recentemente eu publiquei uma vaga no Linkedin, poucas pessoas me encaminharam o currículo, ou seja, tenho uma vaga bacana com salário acima do mercado e poucos candidatos, isso significa que temos um mercado a ser explorado para aqueles que estão procurando emprego que ainda faltam especialistas.

Durante as entrevistas um candidato estava desempregado há mais de 1 ano e meio e outro estava há 8 meses, ambos possuem um currículo interessante porém não tinham o conhecimento técnico necessário, atuavam como gestores e devido a crise decidiram voltar para o técnico com salário inferior para conseguir pagar as suas contas.

Isso mexeu um pouco comigo, me coloquei no lugar dos candidatos e decidi iniciar um projeto de reflexão sobre a minha vida nos próximos anos.

Em 2008 eu fui em uma apresentação do Ricardo Vargas e naquele tempo ele havia falado sobre isso,  todos deveriam se sentir desmotivados com o seu trabalho e buscar novas oportunidades, ou seja, sair da zona de conforto, não ficar esperando receber o dissídio ou algum tipo de bonificação.

O tempo vai passando e enquanto isso, novos candidatos são formados e eles entram no mercado de trabalho querendo a sua vaga, portanto tome uma decisão ou vire um especialista no assunto ou recomendo que você inicie o quanto antes o seu projeto pessoal, seja uma loja, algo do gênero e não espere a ocasião bater a porta para começar a se mexer.

 

12 Motivos para tomar Café

O café é o maior produto consumível. É responsável pelo sucesso de inúmeros profissionais. Na verdade, há pelo menos uma dúzia de razões científicas pelas quais você deve beber café todos os dias. Então, seja grato para o seu vício, e não se esqueça de arruinar sua bebida com açúcar ou creme.

 

1. Dá-lhe um fígado mais saudável |Motivos para tomar café

Ao contrário de beber álcool todos os dias, beber café preto realmente melhora o fígado. Tem sido demonstrado que as pessoas que bebem quatro ou mais xícaras de café por dia têm uma taxa de cirrose do fígado de até 80% menos do que quem não bebe. As pessoas que bebem esta mesma quantidade também têm uma taxa de até 40% menor de desenvolver câncer de fígado.

2. Ele faz você mais inteligente|Motivos para tomar café

A cafeína é um estimulante psicoativo. Quando você bebe o café, a cafeína viaja em seu sistema digestivo, então em sua corrente sanguínea, e eventualmente a seu cérebro (este toma aproximadamente 30-45 minutos). Quando atinge seu cérebro, bloqueia um de seus neurotransmissores inibitórios, a adenosina. Isso leva a um aumento de outros neurotransmissores (norepinefrina e dopamina), causando os neurônios em seu cérebro a disparar mais rapidamente. Todos estes produtos químicos e neurônios conglomeram para impulsionar seu humor, energia, memória, tempos de resposta e funcionamento cognitivo geral.

3. Ele aumenta o seu metabolismo em 11%|Motivos para tomar café

Quer perder um pouco de peso?  Você não é tão ativo quanto gostaria de serBeba café. Como uma das poucas substâncias que nunca estar diretamente associado com a queima de gordura, a cafeína é encontrada em quase cada queima de gordura ou suplemento de perda de peso. Isso não significa que você deve beber café em vez de fazer exercício físico. Você provavelmente deve fazer as duas coisas.

4. Dá-lhe nutrientes importantes|Motivos para tomar café

Se você bebe café, esta é a sua maior fonte de antioxidantes . Alguns nutrientes importantes incluem: Vitaminas B2, B3 e B5, Manganês, Magnésio e Potássio. Além disso, o corpo humano absorve mais nutrientes do café do que faz de outras fontes populares de antioxidantes como frutas e legumes. Você obtém mais saudável bang para o seu dinheiro com café do que com qualquer outra coisa.

5. Reduz o risco de diabetes tipo 2|Motivos para tomar café

Por favor, note que você não verá esses mesmos efeitos se seu copo tiver café com leite e açúcar. Você pode realmente estar pior nesse caso. Mas se você beber café preto, então os estudos mostram uma queda média de 7% no risco de diabetes para cada copo diário (6 onças) de café.Tipicamente uma caneca de café é 12 onças. Então, se você beber, digamos, duas canecas de café pela manhã, ou 24 onças, então você terá um risco 28% menor de desenvolver diabetes tipo 2, em comparação com aqueles que não bebem café.

6. Reduz o risco de Parkinson |Motivos para tomar café

Ninguém quer desenvolver uma doença neurodegenerativa – particularmente aqueles que viram um membro da família passar por isso. O Parkinson está associado a uma queda na dopamina. E uma vez que a cafeína aumenta os níveis de dopamina no cérebro, beber café preto reduz as chances de você desenvolver Parkinson. Os bebedores regulares do café foram mostrados para ter uma possibilidade reduzida 32-60% de desenvolver esta doença.

7. Ele luta contra a depressão e faz você mais feliz |Motivos para tomar café

Lembre-se, a cafeína, que o café está cheio de, aumenta a dopamina no cérebro. Dopamina é comumente conhecido como o “prazer químico”, por isso faz sentido que consumir qualquer coisa para aumentar a dopamina vai fazer você mais feliz e mantê-lo menos deprimido.

As pessoas que bebem quatro ou mais xícaras de café preto por dia (24 onças) têm uma chance 20% menor de se tornarem deprimidas, e são mais de 50% menos propensas a cometer suicídio. Beber café é literalmente uma poupança de vida, e algo que eu gostaria que mais pessoas fariam mais vezes por esse motivo específico. Se você conhece alguém lutando com a depressão, levá-los para uma xícara de café aqui e ali pode fazer toda a diferença.

8. Reduz o risco de desenvolver vários tipos de câncer|Motivos para tomar café

É menos provável que você desenvolva câncer de fígado (veja acima). Ele também funciona bem para reduzir suas chances de câncer colorretal. Pessoas que bebem 4-5 xícaras (24 – 30 oz.) De café preto por dia têm um risco 15% menor de câncer colorretal e um risco 40% menor de câncer de fígado. E já que o fígado e o câncer colorretal são os responsáveis ​​pela 3ª e 4ª mortes no mundo, isso é bastante impactante. Café também reduz o risco de câncer de pele, especialmente nas mulheres, em cerca de 20%.

9. Reduz o risco de doenças cardíacas|Motivos para tomar café

Aqueles que bebem café regularmente têm um 20% menos risco de acidente vascular cerebral, e geralmente têm taxas mais baixas de doença cardíaca. Como a cafeína aumenta a sua freqüência cardíaca, o café é realmente bom para a saúde cardiovascular. Beber algumas xícaras de café por dia tem um efeito semelhante a ir para uma caminhada, o que mantém seu coração mais saudável. Por favor, não use isso como uma desculpa para não se exercitar.

10. Ele mantém seu sistema limpo|Motivos para tomar café

O café é um diurético. Isso significa beber café vai fazer você urinar com mais freqüência do que se você não beber café. Esta é uma coisa boa na maioria dos casos, porque mantém seu sistema limpo. O corpo humano muitas vezes elimina as bactérias e vírus prejudiciais desta forma, e beber café aumenta este processo natural. Através disso, os bebedores de café preto ficam doentes muito menos frequentemente.

11. Ele mantém você calmo |Motivos para tomar café

Mesmo cheirando apenas o café faz você se sentir mais calmo. Ele realmente muda a composição de uma proteína no cérebro que está associada com o estresse, especificamente o estresse como resultado da privação do sono.

12. Reduz suas chances de demência e Alzheimer|Motivos para tomar café

O café geralmente aumenta a memória, graças aos efeitos da cafeína em alguns neurotransmissores do cérebro. Ao melhorar continuamente a sua memória ao longo do tempo, especialmente quando você acumular anos, você reduz suas chances de demência e Alzheimer. Os bebedores regulares do café mostraram realmente ter tanto quanto um risco reduzido de 65% de desenvolver a doença neurodegenerative a mais comum do mundo.

 

Fonte: LifeHacker

Que tal criar as oportunidades ao invés de ficar esperando pelo amanhã?

Que tal criar as oportunidades ao invés de ficar esperando pelo amanhã?

esperando-o-trem

Que tal criar as oportunidades ao invés de ficar esperando pelo amanhã?

Você poderia esperar que o tempo e as circunstâncias sejam perfeitos. Ou, você pode colocar um pouco de energia para descobrir como criar a oportunidade certa.

Muitas vezes esperamos até as estrelas se alinharem antes de tentar uma mudança em nossas vidas.

Alguns escritores denominam este estado de “estar condicional”.

Eu vou arrumar o quarto, assim que voltar da rua.
Eu vou terminar o meu trabalho assim que terminar a novela.
Eu vou iniciar a academia na próxima semana.
Semana que vem eu começo o regime.
Eu vou esperar até que seja despedido, para começar a buscar uma nova oportunidade.

 

images1

Quantas pessoas esperam para fazer uma grande mudança ou assumir um risco até ser demitido, ter um bebê, ou enfrentar um outro desafio?

É muito fácil culpar os outros, em vez de assumir a responsabilidade e criar a solução.

“O dever escolar é você. Não se vê um aluno em parte alguma. EM UMA DE SUAS PALESTRAS, o filósofo indiano Jiddu Krishnamurti afirmou que “a autoridade corrompe tanto o aluno quanto o professor”. Somos viciados em autoridade porque é mais fácil deixar que os outros decidam por nós do que assumir a responsabilidade por nossa própria vida. As pessoas aprenderam a obedecer à autoridade sem hesitar. Isso faz com que elas deixem de refletir se o que estão fazendo é certo ou errado. E, por esse motivo, acreditam que não sofrem mais por essa dúvida. No entanto, a autoridade nos impede de evoluir intelectual e espiritualmente. Aprender significa ser livre para escolher e também para errar. Se nos guiarmos por uma autoridade – um guru, um partido político, um time, qualquer instância externa a nós –, não aprenderemos nada. Seremos doutrinados, nos tornaremos meros repetidores daquilo que ouvimos. Podemos até chegar a ser eruditos, mas continuaremos incapazes de aprender. Como dizia Buda, toda balsa serve somente para nos levar à outra margem. Não faz sentido continuar carregando-a depois de atravessar o rio. O mesmo acontece com os professores: eles nos levam à outra margem, mas cabe a nós explorar os novos territórios.”

Decidido a fazer uma mudança não significa mudar completamente o seu modo de vida.

Se você está esperando em torno de certas circunstâncias, lembre-se que algumas oportunidades vai bater mais cedo se você colocar um pouco de esforço.

As coisas estão acontecendo com você ou você está fazendo as coisas acontecerem?

Zona de Conforto

03 Hábitos Matinais das Pessoas Felizes

Hábitos Matinais das Pessoas Felizes

acordar03 Hábitos Matinais das Pessoas Felizes

Você é uma pessoa mais ativa durante a manhã ou durante a noite?

Segundo alguns estudos as pessoas que são mais ativas na parte da manhã são mais felizes do que as da noite. Os amantes da noite tendem a substituir a noite pela manhã quando envelhecem.

Aqui estão 3 hábitos matinais de pessoas felizes e bem sucedidas. Escolha os se encaixam no seu estilo de vida e curta a sua vida.

Leia também:

19 Lições que podemos aprender com Bruce Lee sobre a Vida.

 

1. Eles acordam se sentindo gratos

gratidao

03 Hábitos Matinais das Pessoas Felizes

Eles acordam se sentidos gratos por estar vivo, pelo dom da vida e pela alegria de poder começar um novo dia. Quando as coisas estão ruins, faça uma lista em sua mente de todos os aspectos positivos.

A pesquisa mostra claramente que as pessoas que expressam gratidão regularmente são menos propensos a sofrer de solidão, ansiedade, depressão ou inveja.

 

2. Elas se exercitam antes de começar a trabalhar 

exercicio

03 Hábitos Matinais das Pessoas Felizes

 

Durante o meu percurso de ida ao trabalho, passo uma longa rua onde diversas pessoas utilizam para realizar suas caminhadas e corridas matinais.

Alguns preferem ir na academia, outros andar em seus quarteirões. O importante além de se exercitar é tentar reparar em algo diferente a cada dia. Foi realizado um estudo onde foi concluído que cerca de 40% das nossas atividades diárias, são realizadas de forma automatizada. Por exemplo: Quando você escovou os dentes hoje de manhã, você se lembra de ter começado pela parte direita ou esquerda da boca?

Os dias estão se tornando muitos curtos e precisamos tomar as rédeas da nossa vida. O exercício físico nos ajuda a manter a saúde e a concentração durante o dia.

3. Eles planejam suas ações prioritárias

business planner

03 Hábitos Matinais das Pessoas Felizes

Já estudei todos os métodos de organização pessoal e posso dizer que hoje em dia ninguém começa o dia com uma lista de atividades a serem executadas e ao final do dia concluiu todas as atividades.

No mundo corporativo eu diria que isso é impossível, uma vez que a sua atividade depende de outra pessoa e esta pessoa possui suas próprias prioridades, que em muitos casos são diferentes das suas.

Por isso sou fiel ao teorema de Pareto. Para que não conhece, Pareto é o pai da regra 80/20, onde devemos priorizar 20% das ações que resultarão em 80% do resultado.

Todos sabemos quais são as ações que realmente tem resultado significativo. Precisamos apenas focar nesta lista.

Tired Man Sitting on Bed

Como aplicar isso no meu dia?

Todos os dias antes de dormir, anote todos os pensamentos que estão passando por sua cabeça.

Por exemplo: Preciso ligar para o dentista, Preciso conversar com o meu gerente do banco;

Esta simples ação resultará em uma ótima noite de sono.

Como acordar se sentindo grato?

Vou dizer o que eu faço que talvez possa ajudar você.

Eu sempre penso que na minha mão direita está o sentimento de felicidade e consequentemente do lado esquerdo o da tristeza.

Tente se lembrar de um momento feliz, agora aperte bem a sua mão direita. Realize o mesmo exercício para o lado esquerdo, porém com sentimento de tristeza.

Pronto, toda vez que você acordar feche sua mão direita e depois a mão esquerda.

Qual dos dois sentimentos você vai querer carregar durante todo o seu dia?

Este exercício vale também para aqueles momentos de crise. Todos somo humanos e temos o direito de errar, porém como seres inteligentes temos também o direito de buscar a evolução.

Como planejar as ações prioritárias?

Crie o hábito de utilizar uma lista única de ações a serem realizadas.

Busque na lista aquelas atividades que são realmente críticas e que precisam ser executadas no dia.

Classifique essas atividades como: Urgente, Normal e Pode Aguardar.

Foque nas atividades Urgentes (O ideal é que não tenhamos mais de 03 atividades Urgentes).

As pessoas mais efetivas sabem o que elas devem fazer quando começam a trabalhar, elas devem concluir a tarefa mais difícil primeiro. É apenas parte de uma lista de objetivos, mas eles têm objetivos claros para facilitar a classificação das atividades.

Richard Davidson, um neurocientista da Universidade de Wisconsin pesquisou tudo isso. Ele descobriu que, quando você vê o progresso no sentido de alcançar uma tarefa difícil, isso aumenta a felicidade e também suprime toda a emoção negativa.

19 Lições que podemos aprender com Bruce Lee sobre a Vida.

 

Bruce-Lee

19 Lições que podemos aprender com Bruce Lee sobre a Vida.

Muitas pessoas sabem de Bruce Lee de suas amplas realizações no cinema e artes marciais. Nascido nos Estados Unidos, a família de Bruce Lee veio de Hong Kong. Bruce Lee viveu nos dois países ao longo de sua vida, e foi aluno de quase dez diferentes estilos de artes marciais. Bruce Lee tornou-se um artista marcial mestre, e até mesmo fundou seu próprio ramo, chamado Jeet Kune Do. Embora isso possa ser uma área menos conhecida de artes marciais, notáveis estudantes Jeet Kune Do incluem Chuck Norris e Kareem Abdul-Jabbar. Seus talentos não param por aí no entanto, como Bruce Lee é muitas vezes creditado com a mudar a forma como os asiáticos foram retratados no cinema ocidental. Não alguém que só cultivou um ar de grandes realizações, Bruce Lee realmente viveu as lições que ele procurou transmitir. As citações seguintes são algumas das mais de sopro da mente exemplos de verdadeira sabedoria deste homem.

 

Manter empurrando-se

Enter-the-Dragon-bruce-lee-27110855-1279-632-1024x505

 

“Não há limites. Há planaltos, mas você não deve ficar lá, você deve ir além deles. Se ele te mata, mata você. Um homem deve exceder constantemente seu nível. “

Para ser bem sucedido, você deve constantemente desafiar a si mesmo e definir novas metas. A fim de superar alguns obstáculos na vida que você deve ser determinado o suficiente para manter-se ir, não importa o quê.

 

Seja Positivo


giphy6

 

“Escolha o positivo. – Você tem escolha – você é senhor de sua atitude – escolha o positivo, o construtivo. O otimismo é a fé que conduz ao sucesso. “

Seja tão otimista quanto possível e você vai achar que você pode fazer mais do que você pensou que podia.

 

Seja você mesmo

Bruce_Lee_-_son-1

“Na vida, o que mais se pode pedir é que seja real? Para cumprir o seu potencial, em vez de desperdiçar energia em tentar demonstrar seu outra pessoa, seja você mesmo, o que não é real é um gasto de nossa energia vital. Temos um grande trabalho à frente de nós, e ele precisa de dedicação e muita energia. Para crescer, descobrir, precisamos de envolvimento, o que é algo que eu experimento todos os dias – às vezes bom, às vezes frustrante. Não importa o que, você deve deixar sua luz interior guiá-lo para fora da escuridão. “

Todos nós temos que colocar esforço em crescimento de uma sociedade mais funcional, seja em um país distante, ou em nossas próprias comunidades.

 

Cultive a Determinação

tumblr_m67a75fz0a1qc5f4ro1_400

 

“É preciso ter determinação completa. O pior adversário que você pode se deparar é aquele cujo objetivo se tornou uma obsessão. Por exemplo, se um homem decidiu que ele vai morder seu nariz não importa o que acontece com ele no processo, as chances são de que ele terá sucesso em fazê-lo. Ele pode ser severamente espancado, também, mas isso não vai impedi-lo de realizar seu objetivo. Esse é o verdadeiro lutador. “

Determinação é uma habilidade crucial no caminho para o sucesso. Perseverança completa é por vezes necessária para alcançá-los.

 

Mantenhas-se sempre em Crescimento

1324060498_bruce_lee_flexing_muscles

“Não há tal coisa como a maturidade. Há, em vez de um processo em constante evolução de amadurecimento. Porque quando existe uma maturidade, existe uma conclusão e uma cessação. Isso é o fim. É quando o caixão está fechado. “

Uma vida rica é aquela que está constantemente aberta a novas informações e experiências. Uma vez que você se afasta para o crescimento, como você pode estar morto.

 

Nunca pare de estudar

brucelee estudando

 

“A fé faz com que seja possível alcançar o que a mente do homem pode conceber e acreditar. Ainda hoje, não me atrevo a dizer que eu tenha atingido um estado de realização. Eu ainda estou aprendendo, para a aprendizagem não tem limites. “

A fim de permanecer bem sucedida, deve-se sempre desafiar-se.

 

O tempo é precioso

10268459_10154122285760634_2494562781546863943_n

 

“Todos nós temos tempo para gastar ou resíduos, e é nossa decisão o que fazer com ele. Mas, uma vez aprovada, se foi para sempre. “

O tempo que temos nesta terra é limitada, e cada um de nós deve querer fazer mais do mesmo. Podemos conseguir grandes coisas se aproveitar o dia.

Viva o momento

10614329_10154643247415634_3339163835074993884_n

“O que é mais importante do que o que deveria ser.”

É fundamental para aceitar a sua circunstância atual, a fim de seguir em frente com eles. Se você ficar obcecado sobre o que você deve ou teria feito, você apenas perderá tempo que poderia ser usado para encontrar soluções.

Seja a melhor versão de Você

10665138_10154625554895634_2436957187437328499_n

“O conhecimento lhe dará o poder, mas o caráter respeito.”

Pessoas mais eficazes na vida são aqueles que “andam a pé.”

As falhas são passos para o Sucesso

10365741_10154164466420634_6276105779140600854_n

“Não tenha medo de fracasso. – Não é o fracasso, mas baixo objetivo, é o crime. Em grandes tentativas é glorioso mesmo falhar. “

Falhas são inevitáveis quando tentar coisas novas. Falhas não são permanentes no entanto, e falhas deve incentivá-lo, porque eles mostram que você está em um novo território.

 

Sempre para frente

 

901716_10153530285045634_2117404246_o

Você deve manter a desafiar a si mesmo e seguir em frente para alcançar verdadeiramente o seu pleno potencial.

Não há limites

“A vida é ampla, sem limites. Não há fronteira, não há fronteira. “

Estigmas sociais ou opiniões populares realmente não tenho nenhum poder verdadeiro. Todo mundo merece ter uma chance de explorar e descobrir o que os torna felizes.

 

A vida deve ser apreciada

3455012141_6214e786f6

“O sentido da vida é que ela é para ser vivida, e não é para ser comercializada e conceituada e espremida em um padrão de sistemas.”

Se você não se encaixa em outras expectativas dos povos, não tenha medo. Você pode ir atrás de coisas que fazem você se sentir verdadeiramente vivo.

Reflita sobre suas Experiências

uqY8CeM

“A sua própria vida é o seu professor, e você está em um estado de constante aprendizado.”

Sempre tento aprender com suas experiências na vida.

 

Seja proativo

post-19286-Bruce-Lee-Six-Inch-Punch-gif-aGPm

“Equilibre seus pensamentos com a ação. – Se você gastar muito tempo pensando em uma coisa, você nunca vai fazê-la “.

Precisamos de metas a alcançar qualquer coisa, no entanto pensar uma idéia muito tempo nos impede de tirar um tempo para alcançá-lo.

 

Seja flexível

tumblr_mrn9dk0NSO1r2xzveo8_400

Seja como a água fazendo o seu caminho através de rachaduras. Não ser assertivo, mas ajustar-se ao objeto, e você deve encontrar uma maneira de contornar ou através dele. Se nada dentro de você permanece rígida, para fora as coisas vão revelar-se. “

Às vezes, o caminho para onde você quer ir não é do jeito que você imaginava. No entanto, se você permanecer flexível, você sempre será capaz de se mover em direção ao seu objetivo.

 

Mudanças começam no interior

HK_Star_Bruce_Lee_10-768x1024

“A mudança é do interior para o exterior. – Começamos dissolvendo a nossa atitude não alterando as condições exteriores “.

A mudança começa a partir do interior, e devemos absolutamente acreditar que podemos fazer alguma coisa antes de fazê-lo.

 

Negatividade é tóxica

Bruce_Lee_as_Kato_1967

“O pessimismo enfraquece as ferramentas que você precisa para ter sucesso.”

Por outro lado, abordar a vida em uma luz negativa faz com que seja fácil de se afastar de desafios.

 

Viva sua vida

“A chave para a imortalidade é primeiro viver uma vida que vale a pena lembrar.”

Não tenha medo de perseguir seus objetivos reais. Nosso tempo aqui é curto, e viver uma vida plena é uma recompensa melhor do que qualquer outra coisa.

 

Conforme foi mencionado no início do artigo, Bruce Lee foi um dos melhores e mais conhecidos mestres de artes marciais.

Poucas pessoas sabem que ele era formado em Filosofia e que durante todo o aprendizado das técnicas ele buscava dentro da filosofia encontrar maneiras de simplificar aquilo que ele desejava ensinar. Ele partiu muito cedo mas deixou grandes lições para a nossa evolução. Se aplicarmos algumas das lições acima em nossas vidas, com certeza seremos melhores e mais felizes.

 

 

daily_gifdump_705_11

Fonte: http://www.lifehack.org/articles/communication/19-unmissable-inspiring-life-lessons-from-bruce-lee.html

O que é a geração Y.

Esta é a Ana.

Ana é parte da Geração Y, a geração de jovens nascidos entre o fim da década de 1970 e a metade da década de 1990. Ela também faz parte da cultura Yuppie, que representa uma grande parte da geração Y.

“Yuppie” é uma derivação da sigla “YUP”, expressão inglesa que significa “Young Urban Professional”, ou seja, Jovem Profissional Urbano. É usado para referir-se a jovens profissionais entre os 20 e os 40 anos de idade, geralmente de situação financeira intermediária entre a classe média e a classe alta. Os yuppies em geral possuem formação universitária, trabalham em suas profissões de formação e seguem as últimas tendências da moda. – Wikipedia

Eu dou um nome para yuppies da geração Y — costumo chamá-los de “Yuppies Especiais e Protagonistas da Geração Y”, ou “GYPSY” (Gen Y Protagonists & Special Yuppies). Um GYPSY é um tipo especial de yuppie, um tipo que se acha o personagem principal de uma história muito importante.

Então Ana está lá, curtindo sua vida de GYPSY, e ela gosta muito de ser a Ana. Só tem uma pequena coisinha atrapalhando:

Ana está meio infeliz.

Para entender a fundo o porquê de tal infelicidade, antes precisamos definir o que faz uma pessoa feliz, ou infeliz. É uma formula simples:

É muito simples — quando a realidade da vida de alguém está melhor do que essa pessoa estava esperando, ela está feliz. Quando a realidade acaba sendo pior do que as expectativas, essa pessoa está infeliz.

Para contextualizar melhor, vamos falar um pouco dos pais da Ana:

Os pais da Ana nasceram na década de 1950 — eles são “Baby Boomers“. Foram criados pelos avós da Ana, nascidos entre 1901 e 1924, e definitivamente não são GYPSYs.

Na época dos avós da Ana, eles eram obcecados com estabilidade econômica e criaram os pais dela para construir carreiras seguras e estáveis. Eles queriam que a grama dos pais dela crescesse mais verde e bonita do que eles as deles próprios. Algo assim:

Eles foram ensinados que nada podia os impedir de conseguir um gramado verde e exuberante em suas carreiras, mas que eles teriam que dedicar anos de trabalho duro para fazer isso acontecer.

Depois da fase de hippies insofríveis, os pais da Ana embarcaram em suas carreiras. Então nos anos 1970, 1980 e 1990, o mundo entrou numa era sem precedentes de prosperidade econômica. Os pais da Ana se saíram melhores do que esperavam, isso os deixou satisfeitos e otimistas.

Tendo uma vida mais suave e positiva do que seus próprios pais, os pais da Ana a criaram com um senso de otimismo e possibilidades infinitas. E eles não estavam sozinhos. Baby Boomers em todo o país e no mundo inteiro ensinaram seus filhos da geração Y que eles poderiam ser o que quisessem ser, induzindo assim a uma identidade de protagonista especial lá em seus sub-conscientes.

Isso deixou os GYPSYs se sentindo tremendamente esperançosos em relação à suas carreiras, ao ponto de aquele gramado verde de estabilidade e prosperidade, tão sonhado por seus pais, não ser mais suficiente. O gramado digno de um GYPSY também devia ter flores.

Isso nos leva ao primeiro fato sobre GYPSYs:

GYPSYs são ferozmente ambiciosos

President1

O GYPSY precisa de muito mais de sua carreira do que somente um gramado verde de prosperidade e estabilidade. O fato é, só um gramado verde não é lá tão único e extraordinário para um GYPSY. Enquanto seus pais queriam viver o sonho da prosperidade, os GYPSYs agora querem viver seu próprio sonho.

Cal Newport aponta que “seguir seu sonho” é uma frase que só apareceu nos últimos 20 anos, de acordo com o Ngram Viewer, uma ferramenta do Google que mostra quanto uma determinada frase aparece em textos impressos num certo período de tempo. Essa mesma ferramenta mostra que a frase “carreira estável” saiu de moda, e  também que a frase “realização profissional” está muito popular.

Para resumir, GYPSYs também querem prosperidade econômica assim como seus pais – eles só querem também se sentir realizados em suas carreiras, uma coisa que seus pais não pensavam muito.

Mas outra coisa está acontecendo. Enquanto os objetivos de carreira da geração Y se tornaram muito mais específicos e ambiciosos, uma segunda ideia foi ensinada à Ana durante toda sua infância:

Este é provavelmente uma boa hora para falar do nosso segundo fato sobre os GYPSYs:

GYPSYs vivem uma ilusão

Na cabeça de Ana passa o seguinte pensamento: “mas é claro… todo mundo vai ter uma boa carreira, mas como eu sou prodigiosamente magnífica, de um jeito fora do comum, minha vida profissional vai se destacar na multidão”. Então se uma geração inteira tem como objetivo um gramado verde e com flores, cada indivíduo GYPSY acaba pensando que está predestinado a ter algo ainda melhor:

Um unicórnio reluzente pairando sobre um gramado florido.

Mas por que isso é uma ilusão? Por que isso é o que cada GYPSY pensa, o que põe em xeque a definição de especial:

es-pe-ci-al | adjetivo
melhor, maior, ou de algum modo
diferente do que é comum

De acordo com esta definição, a maioria das pessoas não são especiais, ou então “especial” não significaria nada.

Mesmo depois disso, os GYPSYs lendo isto estão pensando, “bom argumento… mas eu realmente sou um desses poucos especiais” – e aí está o problema.

Uma outra ilusão é montada pelos GYPSYs quando eles adentram o mercado de trabalho. Enquanto os pais da Ana acreditavam que muitos anos de trabalho duro eventualmente os renderiam uma grande carreira, Ana acredita que uma grande carreira é um destino óbvio e natural para alguém tão excepcional como ela, e para ela é só questão de tempo e escolher qual caminho seguir. Suas expectativas pré-trabalho são mais ou menos assim:

Infelizmente, o mundo não é um lugar tão fácil assim, e curiosamente carreiras tendem a ser muito difíceis. Grandes carreiras consomem anos de sangue, suor e lágrimas para se construir – mesmo aquelas sem flores e unicórnios – e mesmo as pessoas mais bem sucedidas raramente vão estar fazendo algo grande e importante nos seus vinte e poucos anos.

Mas os GYPSYs não vão apenas aceitar isso tão facilmente.

Paul Harvey, um professor da Universidade de New Hampshire, nos Estados Unidos, e expert em GYPSYs, fez uma pesquisa onde conclui que a geração Y tem “expectativas fora da realidade e uma grande resistência em aceitar críticas negativas” e “uma visão inflada sobre si mesmo”. Ele diz que “uma grande fonte de frustrações de pessoas com forte senso de grandeza são as expectativas não alcançadas. Elas geralmente se sentem merecedoras de respeito e recompensa que não estão de acordo com seus níveis de habilidade e esforço, e talvez não obtenham o nível de respeito e recompensa que estão esperando”.

Para aqueles contratando membros da geração Y, Harvey sugere fazer a seguinte pergunta durante uma entrevista de emprego: “Você geralmente se sente superior aos seus colegas de trabalho/faculdade, e se sim, por quê?”. Ele diz que “se o candidato responde sim para a primeira parte mas se enrola com o porquê, talvez haja um senso inflado de grandeza. Isso é por que a percepção da grandeza é geralmente baseada num senso infundado de superioridade e merecimento. Eles são levados a acreditar, talvez por causa dos constantes e ávidos exercícios de construção de auto-estima durante a infância, que eles são de alguma maneira especiais, mas na maioria das vezes faltam justificativas reais para essa convicção”.

E como o mundo real considera o merecimento um fator importante, depois de alguns anos de formada, Ana se econtra aqui:

A extrema ambição de Ana, combinada com a arrogância, fruto da ilusão sobre quem ela realmente é, faz ela ter expectativas extremamente altas, mesmo sobre os primeiros anos após a saída da faculdade. Mas a realidade não condiz com suas expectativas, deixando o resultado da equação “realidade – expectativas = felicidade” no negativo.

E a coisa só piora. Além disso tudo, os GYPSYs tem um outro problema, que se aplica a toda sua geração:

GYPSYs estão sendo atormentados

Obviamente, alguns colegas de classe dos pais da Ana, da época do ensino médio ou da faculdade, acabaram sendo mais bem-sucedidos do que eles. E embora eles tenham ouvido falar algo sobre seus colegas de tempos em tempos, através de esporádicas conversas, na maior parte do tempo eles não sabiam realmente o que estava se passando na carreira das outras pessoas.

A Ana, por outro lado, se vê constantemente atormentada por um fenômeno moderno: Compartilhamento de Fotos no Facebook.

As redes sociais criam um mundo para a Ana onde: A) tudo o que as outras pessoas estão fazendo é público e visível à todos, B) a maioria das pessoas expõe uma versão maquiada e melhorada de si mesmos e de suas realidades, e C) as pessoas que expôe mais suas carreiras (ou relacionamentos) são as pessoas que estão indo melhor, enquanto as pessoas que estão tendo dificuldades tendem a não expor sua situação. Isso faz Ana achar, erroneamente, que todas as outras pessoas estão indo super bem em suas vidas, só piorando seu tormento.

Então é por isso que Ana está infeliz, ou pelo menos, se sentindo um pouco frustrada e insatisfeita. Na verdade, seu início de carreira provavelmente está indo muito bem, mas mesmo assim, ela se sente desapontada.

Aqui vão meus conselhos para Ana:

1) Continue ferozmente ambiciosa. O mundo atual está borbulhando de oportunidades para pessoas ambiciosas conseguirem sucesso e realização profissional. O caminho específico ainda pode estar incerto, mas ele vai se acertar com o tempo, apenas entre de cabeça em algo que você goste.

2) Pare de pensar que você é especial. O fato é que, neste momento, você não é especial. Você é outro jovem profissional inexperiente que não tem muito para oferecer ainda. Você pode se tornar especial trabalhando duro por bastante tempo.

3) Ignore todas as outras pessoas. Essa impressão de que o gramado do vizinho sempre é mais verde não é de hoje, mas no mundo da auto-afirmação via redes sociais em que vivemos, o gramado do vizinho parece um campo florido maravilhoso. A verdade é que todas as outras pessoas estão igualmente indecisas, duvidando de si mesmas, e frustradas, assim como você, e se você apenas se dedicar às suas coisas, você nunca terá razão pra invejar os outros.

Fonte: http://qga.com.br/comportamento/jovem/2013/09/porque-os-jovens-profissionais-da-geracao-y-estao-infelizes

Copiei este artigo na integra, pois na minha visão é o melhor artigo sobre a geração Y.

 

 

 

Como montar o seu plano de carreira por Peter Drucker

um-gato-no-espelho

Como montar o seu Plano de Carreira

O recente fracasso de alguns executivos aponta em uma direção: todos eles chegaram ao cargo pelo sucesso que alcançaram em funções exercidas anteriormente. Isso sugere que ou sua tarefa se tornou irrealizável (falha dos sistemas) ou eles, individualmente, perderam a capacidade de autogestão.

Todos – mesmo aqueles de talentos mais modestos – devemos aprender a autogestão, nos aperfeiçoar e nos colocar onde possamos dar o melhor de nós.

Grandes realizadores sempre praticaram a autogestão, a causa de seu sucesso.

Agora, devemos permanecer mentalmente engajados durante uma longa vida profissional (talvez 50 anos ou mais), o que significa saber como e quando mudar de trabalho. Convido você a se fazer sete perguntas cruciais:

pontos fortes

1. Quais são meus pontos fortes?

As pessoas, em sua maioria, pensam que sabem o que são capazes de fazer bem, mas em geral se enganam. É mais comum saberem em que não são boas. E, no entanto, o desempenho depende dos pontos fortes. Ninguém constrói um bom desempenho sobre pontos fracos, e muito menos sobre algo que não consegue fazer.

Hoje em dia, todos precisamos conhecer nossos pontos fortes, para saber a que lugar pertencemos. E a melhor maneira de fazer isso é por meio da análise de feedback. Sempre que você tomar uma decisão-chave ou adotar uma atitude decisiva, anote o que espera que vá acontecer. Nove ou 12 meses depois, compare os resultados com as expectativas. Faz 20 anos que utilizo este método, e ainda me surpreendo.

Este hábito produz um foco constante no desempenho e nos resultados. Praticado com consistência, esse método simples logo vai mostrar onde estão os seus pontos fortes e os pontos fracos, e o que você está fazendo – ou deixando de fazer – que o(a) impede de aproveitar ao máximo os pontos fortes.

Várias implicações para a ação resultam da análise do feedback. Primeiro, concentre-se nos seus pontos fortes. Coloque-se onde eles possam produzir resultados. Segundo, procure melhorar os pontos fortes. A análise vai mostrar onde é preciso aperfeiçoar ou adquirir habilidades. Vai mostrar também onde estão as lacunas no conhecimento. Terceiro, descubra onde a sua arrogância intelectual está causando a ignorância incapacitante, e supere. Muita gente – sobretudo aquelas pessoas que são especialistas em determinada área – desdenha outras áreas ou acredita que o brilhantismo substitui o conhecimento. Orgulhar-se de tal ignorância é uma atitude destrutiva. Adquira as habilidades e o conhecimento de que precisa para desenvolver ainda mais os seus pontos fortes.

Tratar dos seus maus hábitos – aquilo que você faz ou deixa de fazer e que lhe prejudica a eficiência ou o desempenho – é igualmente importante. Esses hábitos logo aparecem no feedback.

O feedback também revela quando o problema é falta de boas maneiras. As boas maneiras são como óleo lubrificante. Corpos em movimento criam atrito. Boas maneiras – coisas simples, como dizer “por favor” e “obrigado”, lembrar o nome daquele com quem se fala ou perguntar pela família – permitem que duas pessoas trabalhem juntas, quer se gostem, quer não. Gente brilhante em geral não aceita isso. No entanto, quando a análise demonstra que um funcionário brilhante fracassa repetidas vezes em um trabalho que exige cooperação, costuma ser indicação de falta de cortesia ou de boas maneiras.

A comparação das expectativas com os resultados também indica o que não se deve fazer. Não devemos assumir tarefas em áreas nas quais não temos talento ou habilidade. Nada de desperdiçar esforços para a melhoria de áreas de pouca competência. Em vez disso, energia, recursos e tempo devem ser canalizados para a transformação de gente competente em realizadores espetaculares, de um ótimo desempenho em excelência.

refletindo

 

2. Como posso alcançar o meu melhor desempenho?

Pouca gente sabe como fazer as coisas. Na verdade, a maioria não sabe nem mesmo que pessoas diferentes trabalham de maneira diferente e têm desempenhos diferentes. Muitos trabalham de um modo que não é o seu – o que é praticamente uma garantia de mau desempenho.

O seu desempenho é único. É uma questão de personalidade. O seu modo de atuar, assim como os aspectos em que você tem talento, estão determinados. O modo de atuar pode ser modificado, mas não muito. O meio de alcançar ótimos resultados é fazendo aquilo em que você tem competência, dentro do seu melhor modo de atuação.

Existem alguns traços comuns da personalidade que determinam o desempenho.

•  Tenho mais capacidade de ler ou de ouvir? Poucos ouvintes podem ser transformados ou se transformar em leitores competentes – e vice-versa. Quem tentar não vai conseguir um bom resultado.

•  Como aprendo? Algumas pessoas aprendem escrevendo, outras tomando notas, outras fazendo e ainda outras ouvindo a própria voz. A maioria sabe como aprende, mas são poucas as que agem com base nesse conhecimento. E, no entanto, está aí a chave do bom desempenho.

•  Como trabalho? Você trabalha bem com outras pessoas ou prefere a solidão? Caso trabalhe melhor com outras pessoas, pergunte-se: “Como é esse relacionamento?” Alguns trabalham melhor como subordinados. Outros como membros de equipe. Outros sozinhos. Outros ainda são mentores e instrutores de talento.

•  Produzo melhores resultados tomando decisões ou atuando como consultor? Muita gente se sai muito bem dando consultoria, mas não consegue suportar o peso da tomada de decisões. Outros indivíduos, ao contrário, precisam de um consultor que os force a pensar; somente assim conseguem tomar decisões e agir. Para ocupar as mais altas posições, é preciso tomar decisões; é então que surge a necessidade de um consultor atuante.

•  Trabalho melhor sob pressão ou preciso de um ambiente altamente estruturado e previsível? Trabalho melhor em uma organização grande ou pequena?

Não tente se mudar. Em vez disso, procure melhorar a sua maneira de atuar. E não aceite tarefas que não seja capaz de cumprir bem.

images

3. Quais são os meus valores?

Para se gerenciar, você também tem de se perguntar: “Quais são os meus valores?” Não é uma questão de ética. No que diz respeito à ética, as regras são as mesmas para todos, e o teste consiste em simplesmente se perguntar: “Que tipo de pessoa quero ver no espelho todo dia de manhã?” Mas a ética é apenas uma parte do sistema de valores. Para serem efetivos, os seus valores devem ser compatíveis com os da organização. Não precisam ser os mesmos, mas próximos o suficiente para coexistir. Se não for assim, você não apenas vai se frustrar, como deixar de produzir resultados.

4. A que lugar pertenço?

São poucas as pessoas que descobrem precocemente a que lugar pertencem. A maioria, em especial as bem-dotadas, só descobre a que lugar pertence lá pelos seus trinta e tantos anos. A essa altura, porém, já deveriam ter as respostas a três perguntas: Quais são os meus pontos fortes? Como é a minha atuação? Quais são os meus valores? De posse dessas três respostas, é possível decidir a que lugar pertencem ou não.

Sabendo a que lugar pertence, você pode dizer, diante de uma oportunidade: “Sim, vou fazer. É assim que devo fazer. É assim que deve ser estruturado. É assim que devem ser os relacionamentos. São estes os resultados que se pode esperar de mim, dentro deste período de tempo, porque eu sou assim.”

Carreiras bem-sucedidas se desenvolvem quando os indivíduos estão preparados para as oportunidades, porque conhecem seus pontos fortes, seu método de trabalho e seus valores. Saber a que lugar pertence pode fazer a diferença entre um bom e um excelente funcionário.

5. Que contribuição devo dar?

A maioria das pessoas nunca pergunta qual deve ser sua contribuição. Atualmente, porém, é importante fazer essa pergunta, e para respondê-la três elementos devem ser levados em conta: O que exige a situação? Com base em meus pontos fortes, estilo de atuação e valores, como posso dar o máximo, para que se faça o que é preciso? Que resultados devem ser alcançados, para que se faça a diferença?

Vamos examinar a experiência de um novo administrador de um hospital que, fazia 30 anos, vivia da reputação conquistada. O novo administrador decidiu estabelecer, em um período de 12 meses, um padrão de excelência em uma área importante. E escolheu o setor de emergência. Em 12 meses, o setor de emergência tinha-se tornado um modelo para todos os hospitais, e em dois anos o hospital se transformara.

Raramente é possível – e muito menos vale a pena – olhar para um futuro distante. Para que seja claro e específico, um plano geralmente não pode cobrir mais de 18 meses. Então, a pergunta a fazer é: Onde e como é possível alcançar resultados que façam a diferença no espaço de 12 meses? A resposta deve combinar vários fatores. Primeiro, os resultados devem ser difíceis de alcançar – exigindo esforço, mas sendo possíveis. Buscar resultados que não podem ser alcançados – ou que só são possíveis sob circunstâncias muito raras – é tolice. Segundo, os resultados devem ser significativos; devem fazer a diferença. Terceiro, os resultados devem ser visíveis e, se possível, mensuráveis. Daí surge um curso de ação: o que fazer, por onde e como começar, e quais as metas e prazos.

6. Sou responsável pelos relacionamentos?

A autogestão exige responsabilidade pelos relacionamentos. Isso tem dois aspectos.

Primeiro, aceite que os outros também têm seus pontos fortes, estilos de atuação e valores. Para alcançar a eficiência, é preciso levar isso em consideração. Observe o seu chefe, veja como ele trabalha e faça adaptações, de modo a alcançar a eficiência. Os colegas de trabalho também têm seus estilos. O que importa são os valores e o desempenho. Quanto ao modo de atuar, é provável que cada um tenha o seu.

Portanto, compreenda as pessoas com quem você trabalha e aproveite seus pontos fortes, estilos de atuação e valores.

O segundo aspecto da responsabilidade no relacionamento é a comunicação. A maior parte dos conflitos surge do desconhecimento do que e como os outros fazem, das contribuições que dão e dos resultados que esperam. Eles nunca perguntaram, e ninguém nunca lhes disse. Eles têm medo de ser considerados presunçosos, intrometidos ou tolos. Mas estão errados. Sempre que alguém chega para um colega e diz: “Sou bom nisso. É assim que trabalho. Estes são meus valores. Esta é a contribuição que pretendo dar e estes são os resultados que pretendo conseguir”, a resposta é sempre: “É bom saber. Por que não me disse antes?”

1054000

 

7. O que vou fazer a seguir?

Atualmente, cada vez mais a autogestão aponta para uma segunda carreira. Você pode recomeçar em outra organização ou mudar completamente a linha de trabalho. Ou, então, desenvolver uma carreira paralela. Muita gente bem-sucedida cria uma ocupação paralela, geralmente em uma organização sem fins lucrativos, com mais ou menos dez horas de trabalho por semana. Ou pode, ainda, tornar-se um empresário social. Talvez as pessoas que administram a segunda metade da vida sejam minoria. A maioria permanece na mesma profissão e conta os anos para a aposentadoria. Mas essa minoria – homens e mulheres que vêem a expectativa de uma longa vida profissional como uma boa oportunidade para eles e para a sociedade – é que vai se tornar líderes e modelos.

Existe uma outra razão para desenvolver mais cedo um segundo grande interesse. Ninguém pode esperar passar toda a vida pessoal ou profissional sem experimentar um único revés. Nessas ocasiões, um segundo grande interesse – e não apenas um hobby – pode fazer toda a diferença.

Hoje em dia, espera-se que todo mundo seja um sucesso. Isso é impossível, claro. Onde há sucesso também há fracasso. Então, é importante que as pessoas e suas famílias possuam uma área em que possam dar sua contribuição, fazer a diferença, ser alguém e ter sucesso. Na verdade, a autogestão exige que você pense e aja como um CEO.

 

Fonte:http://bannwart.com.br/?p=60#!

Peter F. Drucker faleceu em 11 de novembro de 2005, ele era professor da Drucker Graduate School of Management.

Este artigo foi adaptado de Managing in the Next Society (St. Martins) e de Management Challenges for the 21st Century (HarperCollins).

 

Como você realiza os seus projetos pessoais?

 Como você realiza os seus projetos pessoais?

cansado

 

Após um longo dia de trabalho, o que mais desejamos é ir para casa, sentar no sofá, jantar e depois cair na cama.

Mas fazer isso significa que você nunca vai usar seu tempo livre para aprender algo novo, seja um idioma, uma nova linguagem de programação, ler um livro de culinária, iniciar o seu próprio blog, ou trabalhar em qualquer um dos seus projetos pessoais.

Assim como somos disciplinados durante o horário de trabalho, que tal desprendermos um tempinho para nos aperfeiçoarmos?

As dicas abaixo ajudaram na maior parte dos dias, porém em alguns dias precisaremos nos controlar para reservar nossas energias e concentração.

 

Como eu lido com os projetos pessoais

Sempre que preciso executar um projeto pessoal, chego em casa, comprimento todos e vou direto para o escritório.

Ligo o computador e defino uma meta, somente após concluir eu saio de lá.

Se por um deslize eu sentar no sofá para ver algo, já era. Bate aquela preguiça e não consigo fazer mais nada.

foco1

Para você que não possui um HomeOffice

Se você não consegue vencer a guerra com o sofá, a chave para você alcançar o sucesso em seus projetos pessoais é sair de casa e ir para algum lugar que você possa trabalhar ou aprender algo novo.

Durante o processo da minha certificação PMP, estudei nos mais diversos lugares.
Desde Fran’s Café, Starbucks e salas de reuniões da empresa.
Uma coisa é clara se você se esforçar você conseguirá vencer, basta ter força de vontade.

starbucks paradaprocafe

 

Uma das melhores maneiras de obter sucesso é você focar suas energias para projetos que você esteja realmente atraído. Se você ama algo, você estará muito mais propenso a dedicar algumas dessas horas de descanso para ter aquela satisfação pessoal.

 

 

 

História da Lego – Desistir Jamais… Video Motivacional

 

Quem nunca pensou em desistir?

 

Hoje quando olhamos para empresas que estão a nossa volta, muitos pensam esses acertaram em cheio, mas por trás ninguém olha o esforço necessário para criar aquela Marca/Produto.

Um tempo atrás eu vi a História da Honda, onde a fábrica foi totalmente destruída 2 ou 3 vezes, mas eles nunca desistiram.

Essa semana recebi um email de um amigo, com um link da História da LEGO, confesso que encontrei itens semelhantes entre as duas histórias.

 

Desistir Jamais.

 

Acho que a parte mais marcante foi o episódio que o Proprietário da Marca vendeu todo o estoque para comprar comida para seus filhos.

Breve História

O brinquedo surgiu numa pequena empresa familiar na década de 1930. Obteve sucesso na década de 1960, expandindo-se nas décadas seguintes.

O criador fundiu duas palavras em dinamarquês para obter o nome “LEGO”: leg godt que significa “brincar bem”.

Atualmente o grupo LEGO emprega mais de 10.000 pessoas em cerca de 140 países, ocupando a posição de líder mundial no segmento de brinquedos para crianças nas faixas dos três meses aos dezesseis anos de idade.

O primeiro parque temático LEGO foi construído em 1968, na mesma Billund que viu o produto nascer. Para a confecção da cidade do LEGO foram utilizados mais de 55 milhões de peças, que formam diferentes tipos de estruturas, figuras e esculturas. Mais de 30 milhões de visitantes de todo o mundo já visitaram este parque desde a sua inauguração.

Curiosidades

Kristiansen seu criador escolheu o nome Lego que significa do dinamarquês “brinca bem”, que em latim significa “eu armo” ou “eu junto” ou ainda “eu monto”, uma coincidência que o carpinteiro desconhecia.

  • De acordo com informação do fabricante, divulgada a partir de 1974, com apenas seis tijolos LEGO 2×4 poder-se-iam obter 102.981.500 diferentes combinações. Entretanto, em 2004, cálculos do Departamento de Matemática da Universidade de Copenhagen indicaram que esse número eleva-se a 915.103.765 combinações possíveis.
  • A temperatura máxima para lavagem dos blocos é de 40 °C.
  • A banda White Stripes fez um clipe do single Fell in Love with a Girl com peças de Lego da Década de 1960. De inicio, a banda queria fazer uma parceria com a empresa para que cada álbum do single (White Blood Cells) viesse acompanhado a uma caixa de peças com as cores utilizadas no clipe. Entretanto, a Lego não concordou com a proposta, alegando que tal coisa seria inviável, e isso fez com que os produtores do clipe comprassem varias caixas dos brinquedos e filmar cada etapa das cenas de forma independente. Ao contrario do que a empresa pensou, o clipe se tornou um dos maiores marcos da historia do Rock e a Lego quis voltar atras e tentar um novo trato com o grupo, mas a banda recusou a oferta.
  • O plástico utilizado no brinquedo é o ABS.
  • A margem de erro tolerada nas dimensões de uma peça LEGO é de 2 milésimos de milímetro.
  • O brinquedo é utilizado nas competições da FIRST.
  • O primeiro jogo eletrônico do fabricante foi o LEGO Island, para Playstation, voltado para o público infantil.
  • Foram recriadas algumas obras de Maurits Cornelis Escher com Lego.
  • Em 2009, a Lego, em parceria com a Alcatel, lançou um telefone celular desmontável. O seu proprietário pode alterar-lhe a aparência, trocando a parte externa, exatamente igual às pequenas peças do brinquedo1 .
  • A LEGO é alvo de uma campanha do Greenpeace por sua parceria com a Shell, que permite que os brinquedos sejam vendidos em postos de gasolina em 26 países. A Shell por sua vez é acusada de explorar petróleo no Ártico sem planos de mitigação em caso de vazamento.