Por que é tão difícil ser consistente no mercado financeiro?

Por que é tão difícil ser consistente no mercado financeiro?

Quem nunca começou algo e a medida que o tempo foi passando acabou desistindo ou dando um tempo antes de concluir aquela atividade? Seja na academia, no processo de aprendizado de um novo idioma, uma nova linguagem de programação, enfim, esta regra se aplica a tudo.

Eu já iniciei por diversas vezes o curso de inglês, já tentei tudo o que você pode imaginar, já entrei em cursos em turma, curso particular, curso online e até mesmo curso com um professora que mora na Filipina.

Onde está o erro que causa a falta de consistência?

O que causa a falta de consistência é a falta de progresso do processo, no começo como tudo é novo você sente que está tendo algum tipo de progresso, na academia você sente dores que indicam que você exercitou o músculo, porém a medida que o tempo vai passando o corpo acostuma e a dor deixa de ser um indicativo de progresso.

E para ajudar o nosso sub consciente ou o super ego, fica remando contra o projeto, algumas vozes internas ficam nos dizendo, assistir filme com legenda em inglês da sono, puts este livro de gramática é muito chato, caramba este profrsssor é um mala, enfim ele faz de tudo para você dessitir.

No mercado financeiro é similar, todos sabemos o que deve ser feito, que não podemos abrir ordens sem que nosso setup indique, porém ficamos tão cegos que o nosso super ego, acaba vencendo e acabamos abrindo ordens perdedoras.

Em um livro que eu li o autor fez uma analogia bem interessante sobre o comportamento do nosso cérebro,  onde tínhamos 03 seres responsáveis por cuidar administrar o nosso corpo.

Réptil – Responsável por todo o processo de auto preservação. Ele é o responsável por assumir o comando caso entenda que o nosso corpo corre algum tipo de risco.

Macaco – Responsável por “automatizar” tudo o que fazemos (Dirigir enquanto falamos no celular, andar enquanto conversamos entre outros).

Cientista – Responsável por ser o racional, tudo o que precisa de lógica é o cientista que comanda.

Quando temos uma perda no mercado e não temos trabalhado com o psicológico ocorre o fluxo abaixo.

Você abre uma ordem e o mercado volta e pega o seu stop, você então decide se vingar do mercado e abre uma nova ordem e começa o ciclo de perda.

Na sua cabeça quando ocorre a primeira perda o macaco e réptil tiram o cientista da sala e começam a tomar conta do comando, o réptil entende que o mercado atacou e deve ter uma resposta, ou seja, ele quer vingança por outro lado ele não sabe o que fazer então o macaco entra em ação onde encontra padrões onde não existem uma vez que o cientista que é responsável por ser o racional não está ele então avisa ao réptil que pode abrir uma ordem que vai subir, resultado perdas consecutivas.

Para confirmar basta você abrir o seu histórico de transações e começar a analisar para verificar que você não abriria 80% das transações perdedoras.

Ou seja, precisamos criar o hábito de sempre deixar o cientista na sala, algumas pessoas costumam em tempo de crise respirar fundo, meditar e na minha visão nada mais é que propiciar a volta do cientista na sala possibilitando que ele valide todas as informações que estão sendo tomadas pelos parceiros.

Eu sei o quanto é difícil sair deste “transe” que entramos, ficamos cegos mas precisamos ter mecanismos que nos ajudem a colocar o cientista na sala novamente. Algumas pesquisas dizem que quem prática esporte consegue ser mais disciplinado que os demais, isso tem forte relação com o que estamos falando, quando nos exercitamos tiramos todo o stress do nosso corpo, desta forma o macaco e o réptil estão com o “copo” vazio e enquanto enchem o  copo o cientista tem tempo suficiente para tomar conta da situação.

Portanto minha principal recomendação é que você pratique algum tipo de esporte, tenha algum hobby e quando sentir que tudo está contra saia do local e vá dar um volta e pense quem está no comando? É o cientista ou os outros?

 

Aplicativo para organizar a vida financeira

APLICATIVO PARA ORGANIZAR A VIDA FINANCEIRA

 

Já faz algum tempo que eu utilizo uma planilha do Excel para organizar a minha vida financeira, todo início de mês eu realizo os pagamentos e vou “baixando” os itens na minha planilha, porém como o meu apartamento está em reforma, tive que redobrar os cuidados nos últimos meses com os gastos extras.

A planilha se mostrou pouco eficiente no primeiro mês, uma vez que eu realizava as compras com o cartão de débito e crédito e somente aos fins de semana eu cadastrava os gastos na planilha, quando chegou no final do mês o meu planejado estava muito inferior ao realizado.

Foi então que eu encontrei o aplicativo GuiaBolso, que tem como premissa facilitar os lançamentos através de uma funcionalidade do aplicativo onde ele conecta na sua conta corrente (senha somente de acesso) e mapeia todas as transações que você executou.

No começo eu achei estranho e pouco seguro, encontrei alguns relatos positivos na internet e decidi utilizar em uma conta poupança. Ao final da minha primeira semana eu cadastrei as demais contas e desde então já utilizo o aplicativo há 04 meses.

Uma das funcionalidades que me chamou a atenção foi o planejamento financeiro, desta forma eu consigo planejar alguns gastos ao longo do mês e possibilita uma gestão nas categorias mais ofensoras. O aplicativo superou as minhas expectativas e o que mais me agradou foi o fato de ser grátis, sem nenhum tipo de assinatura ou mensalidade.

 

 

 

 

Fique atento a bolha financeira vai estourar. 2017

 

O célebre investidor suíço Marc Faber, conhecido por suas projeções catastróficas e que ganhou notoriedade ao prever a estagnação do Japão na década de 1980, acredita que o mercado americano está no meio de uma gigantesca bolha e no dia em que ela estourar, investidores vão perder metade de suas aplicações.

“Há bolha em tudo”, disse Faber em entrevista recente à rede americana CNBC. “Estamos em algum lugar entre 1999 e 2000”, complementou, referindo-se à bolha da Internet e o subsequente colapso dos ativos.

Um dia essa bolha vai estourar e quando isso acontecer os investidores vão perder 50% dos seus ativos, comentou Faber. “Eu não discordo que [Donald] Trump seja bom para os mercados e a economia, mas algumas de suas declarações e ações não são favoráveis para os Estados Unidos”, disse.

De fato, concorda a reportagem da CNBC, a euforia que tem guiado o mercado desde a eleição presidencial em novembro tem desaparecido enquanto Trump se esforça para colocar em vigor muitas de suas promessas de campanha. Contudo, a maioria dos analistas ainda acredita que a tese do mercado em alta permanece intacta.

Para Faber, no entanto, o consumo americano está relativamente fraco para este estágio da recuperação econômica e prevê que, à medida que os preços dos ativos financeiros aumentem, os salários vão se desinflar e a economia dos EUA enfraquecerá ainda mais.

Faber acredita que haverá um dia em que ações das gigantes da tecnologia, como, Tesla, Amazon.com e Netflix, cairão 10% em uma única sessão. Vale menção que, em meio à forte alta desses papéis, as três contribuíram para que o Nasdaq Composite subisse quase 20% nos últimos seis meses.

Para Faber, um dos primeiros sinais de alerta sobre a mudança do humor do mercado virá do lado da volatilidade. “Eu não entendo porque a volatilidade está tão baixa, mas quando as ações subirem com volatilidade elevada, isso será um sinal de que algo mudou”, disse.

Um das formas de medir isso é a através do VIX Index (Chicago Board Options), ou o famoso “índice do medo”, que mensura a volatilidade dos mercados. Em maio, o índice registrou uma média mensal de 10,89 – a menor desde novembro de 2006, segundo o Dow Jones Data Group.

Prevendo o caos no mercado acionário, Faber aponta para investimentos em Treasuries americanos, que garantem um “certo rendimento” e, em particular, por conta da taxa de juros próxima a zero no Japão e em grande parte da Europa. Mas ele prefere ativos europeus e ouro, embora 90% de seus investimentos estejam em ações e títulos dos mercados emergentes.

 

Fonte: Infomoney

METAS PARA ABRIL DE 2017

METAS PARA ABRIL DE 2017

Dando continuidade ao planejamento das minhas metas, decidi continuar com a lista de tarefas que preciso executar para atingir as minhas metas.

“Todo o ano eu tenho o costume de montar as minhas metas pessoais, claro que nem todas as metas eu consigo atingir, mas elas me ajudam a nortear o meu caminho ao longo do ano e para 2017 não podia ser diferente, por isso decidi criar um post com as metas para janeiro de 2017.”

RECOMENDO LER TAMBÉM –  

A importância do Plano B na sua vida (aqui)

Como controlar as Metas de 2017

Minhas Metas para Janeiro de 2017

 

Durante o processo de definição das metas eu criei diversos projetos utilizando a técnica do GTD, depois foi “quebrando” os projetos em atividades de modo a facilitar o gerenciamento e controle.

@LEITURAS 

(Decidi que ao menos dois livros serão lidos por mês)

  • Robert Kiyosaki – O guia do investimento (não técnico) – Leitura concluída em Janeiro.
  • Leitura do livro – A mente acima do dinheiro (não técnico) – Leitura concluída em Fevereiro.
  • A excelência do Olho de Tigre – Leitura concluída em Fevereiro.
  • Memórias de um Operador da bolsa – Leitura concluída em Março
  • Wall STREET: A Saga de Um Brasileiro em Nova York – Leitura concluída em Março – Não recomendo
  • Think Big – Pense Grande – o Poder Para Criar o Seu Futuro – Leitura concluída em Março – Não recomendo
  • Aventuras Empresariais – Não Iniciada 
  • Unshakeable: Your Financial Freedom Playbook – Tony Robbins – Iniciada em Inglês
  • A bola de neve (Junho)

@SAÚDE 

  • Ir na academia ao menos 03 vezes por semana – Em andamento. Voltei a treinar Jiu-Jitsu
  • Agendar as consultas médicas, por incrível que pareça eu nunca medi o meu colesterol ou diabetes – Não iniciado.  🙁

@INGLÊS (NOVO)

  • Três aulas semanais no EnglishTown – Em andamento
  • 1 hora de exercício diário de Segunda a Sexta – Em andamento
  • 1 hora de listening – diariamente – Em andamento
  • Assistir ao menos um filme em Inglês com legenda em Inglês
    •  – Filme escolhido – A garota do Trem – Compreensão = 80%. Concluído – Janeiro
    • Substitui os filmes pela Série Billions
    • Episódio 1 ok
    • Episódio 2 ok
    • Episódio 3 Em andamento

@FINANCEIRO

  • Assistir diariamente videos relacionados ao tema – Em andamento
  • Ler diariamente noticias financeiras – Em andamento
  • Elaborar o plano financeiro – Em andamento

@APRIMORAMENTO

  • Praticar a meditação diariamente por ao menos 05 minutos –  Não Concluído
  • Assistir filmes e séries em Inglês – Em andamento
  • Definir nova rotina de estudos – Em andamento

Estas são algumas das minhas metas, tenho certeza que com foco e força de vontade todas serão superadas.

COMO AUMENTAR A PRODUTIVIDADE AGORA

COMO AUMENTAR A PRODUTIVIDADE – AGORA!

Você já deve ter ouvido alguma vez que quando alguém está totalmente focado em atingir um objetivo não enxerga nada ao seu redor. Ou seja, não se distrai com nada que não seja relevante para contribuir para atingir aquele objetivo.

Eu tenho um sério problema para me manter focado no trabalho, constantemente sofro interrupções (Telefone, Email, Gtalk e What’s) que se eu não tomar cuidado posso perder e atrasar uma entrega.

No livro A Excelência do Olho de Tigre, o autor cita um conceito interessante, que devemos ter a capacidade similar a de um fotógrafo que, através de sua câmera profissional, pode produzir uma imagem na qual apenas o que ele deseja apreça focado, enquanto todo o resto aparece em segundo plano sem clara definição.

Na última semana coloquei esta ação em prática e consegui ter bons resultados, na época da Faculdade um professor costumava passar atividades sempre com um prazo curto. A classe inteira reclamava e ele dizia: – Se eu passar um prazo maior vocês vão deixar para fazer na última hora, então se organizem e cumpram os prazos. Mais tarde eu descobriria que ele estava se referindo a Síndrome do Estudante.

O que é Síndrome do Estudante?

A Síndrome do Estudante também é conhecida como procrastinação. A grande diferença é a razão para adiar o trabalho. Procrastinar não é ser preguiçoso ou irresponsável. A Síndrome do Estudante é um mecanismo de defesa natural. Significa adiar o trabalho até o último momento possível, não porque somos preguiçosos, pelo contrário, estamos trabalhando duro.

Todos caímos presas da Síndrome do Estudante ocasionalmente. Ela ganhou esse nome pela forma como os estudantes lidam com o dever de casa. Imagine seu professor dizendo que você tem uma prova final em 19 semanas. Ele lhe dá todo o material, o livro, os objetivos que serão testados e a data. Quando você começa a estudar? Na véspera da prova. Por quê? Você tem tempo, é por isso. Outras tarefas pressionam mais e, portanto, você atrasa o início de uma tarefa até o último momento, para lhe dar tempo de completar outro trabalho, muito provavelmente também sendo feito no último momento.

METAS PARA FEVEREIRO DE 2017

METAS PARA FEVEREIRO DE 2017

Dando continuidade ao planejamento das minhas metas, decidi continuar com a lista de tarefas que preciso executar para atingir as minhas metas.

 

 

 

“Todo o ano eu tenho o costume de montar as minhas metas pessoais, claro que nem todas as metas eu consigo atingir, mas elas me ajudam a nortear o meu caminho ao longo do ano e para 2017 não podia ser diferente, por isso decidi criar um post com as metas para janeiro de 2017.”

RECOMENDO LER TAMBÉM –  

A importância do Plano B na sua vida (aqui)

Como controlar as Metas de 2017

Minhas Metas para Janeiro de 2017

Durante o processo de definição das metas eu criei diversos projetos utilizando a técnica do GTD, depois foi “quebrando” os projetos em atividades de modo a facilitar o gerenciamento e controle.

@LEITURAS 

(Decidi que ao menos dois livros serão lidos por mês)

  • Robert Kiyosaki – O guia do investimento (não técnico) – Leitura concluída em Janeiro.
  • Leitura do livro – A mente acima do dinheiro (não técnico) – Atrasado – Concluir em Fevereiro
  • A excelência do Olho de Tigre – Leitura concluída em Fevereiro.
  • Memórias de um Operador da bolsa – Não Iniciado
  • A cabeça do Investidor (Março)
  • A bola de neve (Março)

@SAÚDE 

  • Ir na academia ao menos 03 vezes por semana – Não iniciado.  🙁
  • Agendar as consultas médicas, por incrível que pareça eu nunca medi o meu colesterol ou diabetes – Não iniciado.  🙁
  • Iniciar a reedução alimentar –  Status 22/01 – Em andamento.

@INGLÊS (NOVO)

  • Três aulas semanais no EnglishTown – Em andamento
  • 1 hora de exercício diário de Segunda a Sexta – Em andamento
  • 1 hora de listening – diariamente – Em andamento
  • Assistir ao menos um filme em Inglês com legenda em Inglês
    •  – Filme escolhido – A garota do Trem – Compreensão = 80%. Concluído – Janeiro

@FINANCEIRO

  • Assistir diariamente videos relacionados ao tema – Em andamento
  • Ler diariamente noticias financeiras – Em andamento
  • Elaborar o plano financeiro – Em andamento

@APRIMORAMENTO

  • Praticar a meditação diariamente por ao menos 05 minutos –  Não Concluído
  • Assistir filmes e séries em Inglês – Em andamento
  • Definir nova rotina de estudos – Em andamento

Estas são algumas das minhas metas, tenho certeza que com foco e força de vontade todas serão superadas.

Veja o que mudou na aposentadoria

Veja o que mudou na aposentadoria

Hoje o principal assunto no elevador, na fila do estacionamento ou no almoço é a mudança que o governo propôs nas regras de aposentadoria. Estas mudanças demonstram que as pessoas que não se organizarem financeiramente hoje sofreram no futuro para ter algum tipo de renda.

Nós brasileiros somos acostumados a contar com 100% do salário e sempre estar esperando o dia do pagamento, precisamos mudar este tipo de pensamento, precisamos guardar um % do que recebemos para uma emergência, se estamos com problemas financeiros hoje amanhã pode ser um pouco pior.

Mas voltando ao assunto vamos focar nas regras da aposentadoria.

O que mudou na aposentadoria

De acordo com o jornal a Folha, a idade minima de 65 anos de idade, o brasileiro terá de contribuir com a previdência social pelo menos 25 anos para ter direito à aposentadoria se a proposta de reforma que o governo prepara for aprovada.

Para ter direito ao benefício integral, o trabalhador precisará somar 45 ou 50 anos de contribuição, por meio de carteira assinada ou contribuição individual. Ou seja, se você não ficar um ano desempregado e tiver começado a trabalhar com 16 anos com carteira assinada, você se aposentará com 61 anos.

Cenário atual da aposentadoria

Hoje os brasileiros podem se aposentar por idade ou por tempo de contribuição. No primeiro caso, os homens precisam ter 65 anos e pelo menos 15 anos de contribuição. As mulheres precisam de 60 anos. No segundo caso, não há idade mínima exigida e bastam 35 anos de contribuição, ou 30 para as mulheres.

Em um dos cenários, quem se aposentar com os requisitos mínimos (65 anos e 25 de contribuição) receberia 75% da média salarial, acrescida de 1 ponto percentual a cada ano extra de contribuição. Neste caso, para ter direito ao benefício integral, o trabalhador teria que somar 50 anos de contribuição.

A Folha ainda destaca outra possibilidade, que seria o percentual de 80%, também somado aos percentuais adicionais por tempo de contribuição. Neste caso, o trabalhador teria que somar 45 anos de contribuição para chegar ao benefício integral.

Hoje, é possível alcançar o benefício integral mais facilmente. Um trabalhador com 65 anos de idade e 30 anos de contribuição tem direito ao benefício integral com as regras atuais. Com as novas regras propostas pelo governo, ele teria que trabalhar mais tempo para chegar lá.

Minhas considerações

Como vocês podem ver não temos boas perspectivas para a coisa melhorar, a conta dificilmente vai fechar, o número de desempregados vêem aumentando nos últimos anos, reduzindo o número de contribuições, porém a cada mês mais pessoas entram com a solicitação de aposentadoria.

Nosso futuro não deve ficar na mão de outras pessoas (governo), precisamos criar forma de ter um futuro melhor.
A geração passada de um modo geral se preparou para a melhor idade, muitos compraram casas (na praia ou no interior) ou investiram. A nossa geração está mais preocupada em atender ao “ego” momentâneo do que se preparar para o futuro.

Minha recomendação é que você comece a guardar um valor pequeno e vá aumentando mês a mês. Tenho certeza que qualquer valor vai fazer a diferença.

Como montar um plano financeiro pessoal

Como montar um plano financeiro pessoal

Com o fim de ano chegando, começo a fazer uma análise de como foi o meu ano em todos os sentidos, com certeza progredi muito mais que nos anos anteriores mas não tanto quanto havia previsto, por este motivo decidi pesquisar formas de montar o meu plano financeiro para o próximo ano.

Uma coisa que eu percebi é que organizar o planejamento mensal não é a melhor forma, se você só se concentrar em um mês de cada vez, você não vai ter um plano para gastos pontuais/emergenciais.

Como montar um plano financeiro pessoal

Como site de finanças pessoais Mapped Out Money explica, algumas de suas maiores despesas no ano não tem nada a ver com o seu orçamento mensal. Despesas como manutenção do veículo, compra de remédios, compras de férias e férias, compra de material escolar e pagamento de multas (aqui em SP a coisa ta feia), resultam em despesas consideráveis em qualquer orçamento. Estas despesas também não acontecem todos os meses. Para se preparar para isso, você precisa planejar.

Em vez de você ficar focado no mês a mês, você precisa olhar para o histórico e identificar os meses que gasta mais e se preparar. Se você ainda está em seus primeiros 6 meses de orçamento, não desanime por não estar no alvo. Isso é bom, e é parte do processo.

Mas como fazer para organizar as contas? – Como montar um plano financeiro pessoal

Como montar um plano financeiro pessoal

1) Gere um extrato dos últimos 12 meses.
2) Identifique quanto você gastou com despesas extras.
3) Crie uma planilha e inclua no planejamento de 2017.
4) Inclua na planilha as despesas gerais.

Após o procedimento acima, vamos exemplificar para facilitar o entendimento.

Vamos supor que no mês de Maio você identifique que precisa pagar a substituição de 04 pneus do carro. Essa manutenção terá um custo de R$1500,00. Ao invés, de você chegar em Maio e fazer o parcelamento em 04 vezes de R$ 375,00 a minha proposta é que você separe um valor de Janeiro a Maio para reduzir o valor da parcela.

Tudo bem se você não conseguir pagar tudo antes da manutenção o importante é minimizar a quantidade de dividas futuras.

Vou criar uma planilha e disponibilizar para facilitar o entendimento.

07 DICAS PARA GANHAR DINHEIRO NA BOLSA

07 DICAS PARA GANHAR DINHEIRO NA BOLSA

07 dicas para ganhar dinheiro na bolsa

 

São Paulo – Entrar no mercado de ações, que vive de tantas expectativas e surpresas, exige uma dose alta de racionalidade. E é justamente por seguirem demais a emoção que pequenos investidores iniciantes às vezes se dão mal.

Eufóricos com a oportunidade de ganhar na bolsa com a crise política, as pessoas físicas representavam 15,6% dos acionistas da Bovespa em março, um aumento de 31% desde dezembro, quando a participação dos investidores individuais era de 11,9%.

Confira também

Com tanta gente nova investindo na bolsa, é bom lembrar que se embalar pelos boatos pode ser perigoso. Veja esse e outros erros comuns cometidos por iniciantes e tente evitá-los.

1° Dica para ganhar dinheiro na bolsa – Investir só de olho no passado da ação

Olhar o desempenho histórico da ação e comprá-la por achar que seu resultado irá se repetir é um erro clássico. “O primeiro erro de quem começa é investir olhando no retrovisor”, diz Amerson Magalhães, sócio-diretor da Easynvest. É preciso tentar prever o que vem pela frente, com base nos fundamentos da empresa e nas perspectivas do mercado.

Para isso, o gestor de investimentos Thiago Tregier, da Concórdia Corretora, sugere acompanhar o conteúdo da página de relação com investidores da empresa na qual você investiu. É lá que estão todos os balanços financeiros e os nomes dos diretores e conselheiros. “É preciso mapear em quem você está investindo, conhecer os administradores e os resultados da empresa”, explica Tregier.

2° Dica para ganhar dinheiro na bolsa – Achar que o preço das ações vai cair se a empresa teve prejuízo

Mesmo que o resultado da empresa no trimestre tenha ficado abaixo do esperado, isso não significa que suas ações irão cair. “O mercado de ações costuma antecipar movimentos e às vezes, mesmo quando a empresa tem prejuízo, o preço da ação sobe”, explica Tregier, da Concórdia Corretora.

Isso pode acontecer, por exemplo, quando uma empresa apresenta um resultado ruim, mas melhor do que o mercado esperava.

Não existe regra no mercado de ações, e acompanhar os resultados da empresa e as projeções das corretoras pode ser uma forma de evitar erros.

3° Dica para ganhar dinheiro na bolsa – Apostar em somente uma empresa

Concentrar todo o investimento nas ações de uma só empresa, mesmo que a expectativa de retorno seja alta, é muito arriscado. “Se você achar que uma só empresa terá rentabilidade espetacular, a chance de erro é grande”, diz Magalhães, da Easynvest.

Neste momento, com tanta volatilidade e incertezas no mercado, essa atitude é mais perigosa ainda. Acionistas mais experientes diversificam seus investimentos e não só entre diferentes ações, mas também entre diversos tipos de mercados e investimentos .

4° Dica para ganhar dinheiro na bolsa – Contar com os rendimentos para realizar um objetivo em breve

Como as ações podem gerar prejuízos, esse não é o tipo de investimento indicado para quem precisa resgatar o dinheiro aplicado para realizar um objetivo no curto prazo, como uma viagem, um casamento ou a compra de um imóvel. Nesses casos, o melhor é investir em aplicações de renda fixa, que permitem ao investidor prever o rendimento exato que será obtido até o vencimento.

Você só deve investir em ações se tiver dinheiro reservado para isso e se estiver preparado para talvez perder parte desses recursos. “Não dá para aplicar com o dinheiro que era para ser destinado ao supermercado, o que acontece com frequência”, diz o professor André Massaro, do Instituto Educacional BM&FBovespa

Na avaliação de Massaro, quem não tem experiência corre mais riscos de perder dinheiro com ações no início, por isso não deve contar com o resgate do dinheiro investido por, pelo menos, um ano.

5° Dica para ganhar dinheiro na bolsa – Acreditar em boatos e se guiar por eles

Dar muita bola para o que os outros falam é uma falha comum entre os novatos na bolsa. “Na maior parte das vezes, é um disse-me-disse sem fundamentos”, esclarece Magalhães, da Easynvest.

Acreditar demais em boatos e se guiar por eles pode ser muito sofrido e gerar angústia para o investidor. O melhor para acionistas ansiosos é seguir a estratégia planejada, independentemente dos boatos, como sugere Tregier, da Concórdia Corretora. “Ter controle emocional ajuda, mas a maioria sofre muito”, diz.

Massaro, do Instituto Educacional BM&FBovespa, orienta ser criterioso ao selecionar informações sobre o mercado. “Muitas fontes na internet levam os investidores a tomar decisões erradas, especialmente as que prometem demais”, orienta. Ele também ressalta que é essencial aprender de forma profunda como funciona o mercado de ações antes de participar dele.

6° Dica para ganhar dinheiro na bolsa – Entrar na bolsa na euforia, sem conhecê-la

É preciso entender que ações são um investimento de alto risco, com comportamento volátil, o que significa que nem todos os movimentos podem ser antecipados e você pode perder muito dinheiro nessa brincadeira.  As pessoas se guiam pelas notícias e pelo Ibovespa, entram no ‘oba-oba’, e não conhecem o mercado a fundo.

Há uma crença comum de que é possível enriquecer instantaneamente com ações, mas isso não é verdade.  “As pessoas acham que a bolsa é um caixa automático em que irão sacar dinheiro quando precisar. Mas as ações são um investimento como qualquer outro, que tem riscos e vantagens”, explica.

7° Dica para ganhar dinheiro na bolsa – Ser confiante demais e não admitir as perdas

Fazer boas tacadas no início e achar que é o cara do mercado acionário é outro erro comum entre iniciantes. Ao superestimar sua capacidade, o investidor dá passos maiores do que deveria e os riscos de prejuízo se tornam maiores.

Os acionistas têm aversão à perda, o que os leva a não admitir que erraram.  “Enquanto estão ganhando, os investidores tendem a vender a ação o quanto antes na tentativa de ganhar mais. Às vezes é melhor segurar e se beneficiar de uma alta ainda maior”, orienta Soares.

FONTE:http://exame.abril.com.br/seu-dinheiro/os-erros-mais-comuns-de-pequenos-investidores-na-bolsa/

Como reduzir as perdas no mercado Forex

Como reduzir as perdas no mercado Forex

Hoje vou compartilhar uma história que pode ajudar você a reduzir as perdas no mercado Forex, geralmente tudo começa com uma série de operações sendo feitas e algumas delas sendo fechadas no StopLoss.

O mercado está em tendência de alta, você entra e o mercado reverte buscando o seu stop. Você então abre uma nova ordem e depois outra ordem para tentar recuperar as perdas. Quando você chega ao final do dia, percebe que perdeu um valor considerável devido a não conseguir enxergar a situação.

Xerxes x O menino holandês

A relação do Forex com Xerxes

A relação do Forex com Xerxes

Ao se aproximar de um braço de mar com seu exército, Xerxes olhou através do Helesponto, e perguntou: -“Como poderei atravessá-lo com meus soldados?” Ordenou, então, aos generais que construíssem uma ponte com barcos, e estes obedeceram. Porém, quando a ponte ficou pronta, desabou uma tempestade que a transformou em pedaços de madeira flutuante. Em um ataque de raiva, Xerxes ordenou aos escravos que aplicassem trezentas chibatadas no mar.

Como ele não conseguiu atravessar ele também mandou executar os supervisores que haviam realizado a construção.

A relação do Forex com Xerxes

Relembremos agora aquele menino holandês que conseguiu triunfar sobre o mar, colocando o dedo no buraco de um dique. Alguém poderia pensar que qualquer um seria capaz de igualar aquele menino em heroísmo: bastaria estar presente quando o dique começou a vazar e possuir dedos. Mas na verdade algo mais importante foi necessário neste caso, uma outra peça do equipamento mental que nem sempre está á disposição das pessoas: A capacidade de pensar de uma nova maneira, de estabelecer associações. E isto exige presença de espírito, criatividade, além de dados.

Conclusão: Xerxes enfrentou o problema encolerizado. E isto o impediu de compreender a natureza de suas dificuldades. Mas é evidente que ele não estava disposto a considerar as relações entre os fatos e muito menos novas opções. Porém aquele menino holandês conseguiu ver o problema sob um novo ângulo e percebeu a relação entre o seu dedo e o furo no dique. Ao se abrir para novas opções, ele foi capaz de relacionar fatos diferentes de uma forma que os tornava úteis às suas finalidades.

De um modo ou de outro, todos os dias nós lutamos contra nossos problemas e limitações. Alguns usam o método do rei Xerxes e outros, o do menino holandês.

Minha recomendação é que quando você sentir que esta perdendo o controle e que esta com o sentimento de se vingar do mercado, pare e lembre-se do conto acima. Você vai ser o Xerxes chicoteando o mercado.