Qual a diferença entre Ações Ordinárias e Ações Preferenciais

Qual a diferença entre Ações Ordinárias e Ações Preferenciais

As ações em geral podem ser classificadas em dois tipos:

1) Ações Preferenciais (PN)

Possuem a sigla PN as ações que dão aos portadores os dividendos ou boa parte de seus investimentos de volta em caso de falência da empresa.

Os acionistas não terão direito a voto nas reuniões das empresas.

 

2) Ações Ordinárias (ON)

Ao contrário das ações PN, as ações ordinárias dão direito de voto aos seus acionistas, além de também oferecerem dividendos.

É comum que essas ações possuam um valor de mercado e uma liquidez menor que as PN, por estarem concentradas, em grande parte, na mãos dos proprietários da empresa.

 

O outro lado da Economia contado por um Ex. Assassino Econômico

 

(Alemanha, 2008, 108min. – Direção: Erwin Wagenhofer)

Documentário de altíssimo nível, essencial para se entender o mundo em que vivemos pela ótica financeira internacional. Dos mesmos criadores do documentário “We Feed the World”.

Apesar de todo o velho discurso feito pelos neoliberais de que a globalização traria benefícios para todos os países ajudando a diminuir a pobreza no 3° Mundo, o que viu-se de fato foi em geral aumento desenfreado da miséria, onde o salário de um indivíduo geralmente mal cobre uma pobre subsistência.

O documentário mostra as chamadas “economias emergentes” por dentro, na visão de grandes investidores, bem como o cotidiano miserável dos homens, mulheres e crianças trabalhadoras nesses países.

Mostra também as idéias do Consenso de Washington, responsável pelas políticas liberais que moldaram nosso mundo econômico atual, assim como os mecanismos de colonização moderna como o FMI e Banco Mundial, perpetuando a injusta dívida dos países mais pobres em troca de suas riquezas. Explica o que são os paraísos fiscais, por onde passa a maioria do capital financeiro para encobrir os donos corruptos.

John Perkins, antigo assassino de economias, que também já apareceu aqui no documentário “The War on Democracy”, explica detalhadamente como era o seu ofício de levar as riquezas de países de 3° Mundo, sob a supervisão das instituições internacionais.

Passa ainda pela miséria que aflora nos EUA e pelas raízes da crise econômica espanhola causada pela bolha imobiliária.

“Na privatização, a sociedade é privada de um determinado bem ou serviço público no qual um investidor está interessado por razões de lucro”.

Resumo do livro os Axiomas de Zurique

O livro é constituído de 12 axiomas principais mais 16 secundários, que pretendem dar resposta às dúvidas com as quais o especulador pode se deparar. O título refere-se às táticas usadas pelos banqueiros suíços para obter êxito no mundo dos negócios. Leia mais… »

IR 2011: como declarar investimentos em ações no Imposto de Renda?

Entre as regras sobre a obrigatoriedade da entrega da Declaração de Ajuste Anual do Imposto de Renda da Pessoa Física, está a que afirma que a pessoa física que realizou, ao longo de 2010, negócios em Bolsa de Balores, de Mercadorias, de Futuros e assemelhadas é obrigada a prestar as contas com o Fisco.

De acordo com a contadora Meire Poza, gestora da Arbor Contábil, “o simples fato de a pessoa física ter comprado ações durante o ano, mesmo que não tenha vendido ou negociado mais nada, torna obrigatória a entrega da declaração”. 

Mas a grande dúvida da maioria dos investidores é: como declarar estes investimentos? Onde e quais informações devem ser declaradas?

Confira a seguir um passo-a-passo de como acertar as contas com o Leão no que se refere a ações.

O que e como declarar?

O contribuinte que se enquadra na situação citada anteriormente deve informar, na declaração do IR 2011, referente ao ano-calendário 2010:

– os ganhos líquidos apurados em operações realizadas em bolsas de valores, mercadorias, futuros e assemelhadas;

– os prejuízos apurados em operações realizadas em bolsas de valores, mercadorias, futuros e assemelhadas;

– a posição em ações e os contratos de opções, termo e futuro mantidos em 31/12/2010.

Os ganhos ou perdas apurados em Bolsa devem ser informados no Demonstrativo de Renda Variável – Operações Comuns/Day-trade.

De acordo com a contadora, o demonstrativo é composto por duas colunas -Operações Comuns e Operações Day-Trade- e por 12 (doze) páginas, sendo que cada uma corresponde a um mês do ano-calendário.

“A cada mês, em cada linha relativa ao mercado/ativo em que foram realizadas operações, devem ser informados o ganho líquido ou o prejuízo (preço líquido de venda menos o custo de aquisição) apurados, lembrando que os prejuízos devem ser informados com o sinal negativo (-) na frente do valor”, ensina a especialista.

Após o preenchimento, o programa automaticamente apura o resultado final. Caso seja negativo, o programa assume o valor como prejuízo e o transporta para o próximo mês.

Sendo positivo, como as alíquotas já estão informadas no programa (15% para operações comuns e 20% para day-trade), o programa multiplica a base de cálculo pela alíquota e informa o valor do imposto devido.

“É importante que esse valor calculado pelo programa seja comparado ao valor apurado pelo investidor”, alerta Meire.

Na Declaração de Bens e Direitos, deve ser informada a posição de ações em 31/12/2010 e também os contratos de opções, termo e futuro. Deve ser informado e discriminado cada conjunto de ações, cada conjunto de opções separadas por séries e contratos de termo e futuro separados por vencimento.

“É importante que seja colocado um histórico dos ativos, como nome, quantidade e data de aquisição”, alerta Meire. “Esses ativos devem ser declarados pelo custo líquido de aquisição”, completa.

Operações isentas

De acordo com o artigo 3º da Lei 11.033, de 21 de dezembro de 2004, ficam isentos do Imposto de Renda os ganhos líquidos auferidos por pessoa física em operações no mercado à vista de ações nas Bolsas de Valores e em operações com ouro ativo financeiro cujo valor das alienações, realizadas em cada mês, seja igual ou inferior a R$ 20 mil, para o conjunto de ações e para o ouro ativo financeiro, respectivamente.

No entanto, apesar de isentas, estas operações devem ser informadas na declaração de ajuste anual. Assim, no caso de lucros em operações com ações, cujo valor mensal das vendas seja igual ou inferior a R$ 20 mil, para o conjunto de ações, o investidor deve preencher, na Declaração de Ajuste Anual, a ficha Rendimentos Isentos e Não-Tributáveis.

Segundo Meire Poza, as informações relativas às movimentações de dependentes devem ser informadas na declaração do titular, sempre indicando que é de algum dependente.

“O programa do IRPF dá essa opção tanto no Demonstrativo de Renda Variável quanto nas outras fichas, como rendimentos isentos, rendimentos sujeitos à tributação exclusiva e na declaração de bens e direitos.”

(Fonte InfoMoney)

 

Procurando uma maneira de controlar suas acões?

Neste ultimo mês comecei a “brincar” com o mercado de ações e montei uma planilha para calcular se é ou não viável vender determinadas ações. A solução que eu tinha até hoje era consultar ao longo do dia o valor das ações.

Hoje encontrei o software ibovespa para o iphone, onde é posssível verificar como esta o mercado e como as minhas ações estão se comportando.

Com este app, você pode:

Cadastrar a ação (pelo código)
Dizer um valor mínimo (Suporte) e um valor Máximo ( Resistência) para acompanhar
Cadastrar e Acompanhar o desempenho de cada lote adquirido
Gráfico de distribuição das ações
Especificar de quanto em quanto tempo os valores são atualizados
Permitir ou não que a tela escureça e o aparelho desligue
Bloquear o programa através de senha de acesso.

Uma dica é ao invés de utilizar a virgula(,) nos valores utilizar sempre o ponto(.).